Coluna Traços | Entendeu ou quer que eu desenhe?

unnamed (1)

Nessa Terça-feira comemoramos o dia Mundial do Desenhista!

Parabéns para nós que encontramos refugio em um lápis e um papel, como se esse mundinho a três fosse suficiente para abastecer nossas alegrias. Como disse há tempos atrás – o ato de desenhar vai muito mais além de rabiscar um papel com capricho, esse ato é o portal para um mundo que só cabe em nossas mentes viajantes, distante de uma forma padrão estruturada, a liberdade e a criatividade andam de mãos dadas e onde o limite é imposto pelo artista.

O melhor presente que ganhamos? Já nascemos com ele! A individualidade no traço. Minha fala não está segmentada apenas aos sortudos que nunca desembolsaram nada em um “Curso de Desenho”. Falo com você também que se aprofundou na técnica dos “dedos soltos”. O seu lápis é dominado por seu traço, e esse presente está mais que presente.

Comemoremos essa data! Que ela sempre seja lembrada, pois nós desenhistas somos passageiros de uma viajem apenas, porem a nossa arte é eternizada.

As imagens são de Sainer e Betz, artistas de rua poloneses que compõe o grupo Etam Cru.unnamed (2) unnamed (3)

 

Felipe Pedroso

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s