Coluna Traços | Pintura da verdade

 

“A imitação está, portanto, longe do verdadeiro, esse ela modela
todos os objetos, é, segundo parece, porque toca apenas uma pequena
parte de cada um, a qual não é, aliás, senão uma sombra. O pintor,
diremos nós, por exemplo, nos representará um sapateiro, um
carpinteiro ou outro artesão qualquer sem ter nenhum conhecimento
do oficio deles; entretanto, se for bom pintor, tendo representado um
carpinteiro e mostrado-o de longe, enganará as crianças e os homens
privados de razão, porque terá dado à sua pintura a aparência de um
autentico carpinteiro.” Platão

Para Platão é a imitação do ser, para o artista é a representação inspirada no ser. O pintor exerce e  possui domínio do segmento, pode ser ele clássico, moderno, contemporâneo, ou algumas pinceladas de cada um deles. O que se esconde por trás dos pincéis é a arte e a técnica, os técnicos tradicionais defendem a pintura com suas bases e enquadramentos arcaicos. Porém essa luta entre técnica e arte se desmancha sobre a tela.

O que podemos sentir em relação a postura do pintor , é a liberdade ao se colocar diante a tela. Toda as suas relações sociais, seu cotidiano, suas vivências, e seu emocional estão interligadas com as mãos do artista. Ao meu ver não há egoismo , muitas das vezes há muita coragem  em relatar a sociedade, criticar diretamente a politica e suas vivências socioculturais. Outra camada artística damos ao pintor, torna-se representante silencioso do povo.

O que temos hoje é uma explosão de artistas e dessa explosão recebemos os estilhaços da criatividade. A ação e a forma de expressão ganharam uma imensa liberdade e arrancaram as grades dos olhos, seguindo em rumo a eterna aceitação. Jovens encaram essa proposta com propriedade, e exercem o papel de novos revolucionários, muitos não reconhecidos, mas mesmo assim continuam na busca por inovação, levando a novos ares a arte atual.

Ficamos hoje então o a arte de Chloe Early, e sua pintura a óleo, muita cor e muita vida! Apreciem sem moderação!

 

 

Nascida em 1980, em Londres, Chloe Early cresceu na cidade irlandesa de Cork. Após concluir sua graduação artística em Dublin, em 2003, voltou a sua terra natal, onde desde então vive e trabalha.

Criadas com tinta a óleo principalmente sobre linho e alumínio, suas pinturas trazem personagens que executam manobras acrobáticas rodeados por elementos dos mais diversos – de flores a bombas e fogos de artifício. A artista vem exibindo suas obras regularmente em Cork, Dublin, Londres, Los Angeles e Nova York .

 Felipe Pedroso

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s