Muito do que o artista expressa em sua arte é o puro reflexo de si mesmo, de sua sociedade, suas emoções e verdade. Longe de ser meramente comercial o artista coloca seu próprio eu em sua obra. A construção do artista está  baseada em suas vivências, e isso vale para todos. Reconhecer quem você é como pessoa ira elevar seu conhecimento da arte como forma de expressão.

Dias desses ouvi algo que me entristeceu..”Você deve pensar como um comerciante agora, não como artista!” disse os olhos do lucro obsessivo.Parei comigo mesmo, e refleti sobre valor da arte, ou qual é a intenção das pessoas ao fazer arte. O que a sua obra pode gerar é apenas a consequência  do seu reflexo em outros, e isso está atrelado a emoção, ao momento e a sua mensagem que foi transmitida.Existem muitos que absorvem  arte de forma artificial, que não emprestam seu olhar para apreciar o olhar do artistas, apenas “adicionam ao seu carrinho”. O que é mais difícil é transformar esse olhar, e deixa-lo um pouco mais cuidadoso e mais respeitoso com o tal artista.

Na coluna de hoje decidi protestar, trazendo pra vocês as obras dos artistas portugueses  Maismenos e Vhils, que são apenas a transmissão que foi citada, e que não se importam com a nossa  intenção de comprar, mas apenas expressam a pura intenção de ser, ver e sentir…

 

 

 

 

street-rio13

 

 

Felipe Pedroso

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: