Gostaria de falar com o hipócrita, classicista, racista e homofóbico por favor

Me permita generalizar, se você se ofender com o que aqui for dito, cuidado(!) a carapuça pode estar servindo. Vou te questionar diretamente, colocando o dedo na sua cara. Se não for o seu caso, me desculpa, “liguei errado”, mas por favor, “transfira a ligação”.

A sua moral e sua ética podem ser seletivas, preconceituosas e racistas. Se diante da morte de um francês você chora e diante da morte de milhares de haitianos você diz que aquela nação sofre de um carma coletivo, que tudo isso faz parte, você é um racista.  Você luta contra a corrupção quando ela vem de setores que não têm o colarinho branco, quando ela vem de grupos que defendem (pelo menos na sua fachada) as classes menos favorecidas financeiramente. Agora, quando grupos políticos que defendem os mesmos ideais que os seus aparecem em listas que os coloca no meio do mesmo bolo daqueles outros, você se cala. Se isso lhe ocorre, você é classicista e hipócrita.

Se preocupa com a paz do mundo, mas não liga pra guerra na Síria. Quer liberdade de expressão, mas tapa os olhos quando jornalistas são perseguidos por juízes e promotores. Diz cooperar com uma ONG, mas se recusa ir até lá e abraçar o pobre (e quando o faz imita o candidato a prefeito favorito de Curitiba, vomita). Não quer que ninguém ofenda a sua fé, mas umbanda é coisa de gente que tem pacto com satanás.  Diz não ser homofóbico, mas casal homossexual não pode demonstrar afeto em público (se for hétero é claro que pode). As favelas precisam ser desocupadas, as penas criminais precisam ser mais duras, a polícia pode matar vagabundo, pelo bem da economia que se congele os investimentos em saúde (você é cliente Unimed). Você é contra as ciclovias, pois quer andar mais rápido com seu carro, mesmo que tenha mais chances de matar pessoas.

Nos últimos tempos temos tido a oportunidade de questionar antigos fatos que sempre foram tidos como tabus. Afinal, a família tradicional brasileira é mesmo branca do olhos claros? Os núcleos familiares são mesmo compostos única e exclusivamente por um homem (o homem sempre na frente?) e uma mulher? É o homem que tem a obrigação de prover o sustento do lar? É justo que só o preto, pobre e fodido seja preso? É justo umas pessoas terem tanto e outras nada? Agora estamos nos questionando, alguns de nós pelo menos. O papel desses questionadores é te incomodar, colocar o dedo na sua ferida. É te mostrar o quanto você é nojento. Quem sabe assim você mude.  Se você não é essa pessoa, se isso foi um engano, então por favor, transfira esse recado.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s