Entre o caos e a razão, há sempre alguém tentando sobreviver

Ele tinha medo de que nada do que planejou acontecesse de fato. Era inseguro, não se dava conta de que realmente fazia a diferença por onde passava. Ele faz uso das palavras para se expressar, não sabe direito como usá-las, mas ao menos tenta – e continuará tentando. Ele também se preocupa com o que os outros pensam dele, até demais eu diria. Mas ele se esconde atrás de seu medo de não agradar o mundo e diz pra si próprio que está tudo bem, que tudo vai passar, que nada disso acontece sem motivo.

Ele tenta transparecer um pouquinho da sua admiração por tudo, qualquer acontecimento já enche os seus olhos. Ele faz questão de mostrar o porquê de gostar dos seus livros, das suas músicas e dos seus escritos. Diz que cada letra, cada palavra, transmite um sentimento para dentro do seu coração que o faz se sentir bem e em casa. Ele sorri não só com a boca, mas também com os olhos quando isso acontece. Ele ainda não sabe, mas merece demais alguém que tenha um coração tão grande quanto o seu para lhe fazer feliz.

Ele se diz estranho, não acredita muito quando o elogiam. Sempre diz que sua roupa tá amassada e seu cabelo tá bagunçado. Mal sabe ele que quase ninguém se importa com isso. Ele também se preocupa com quem está ao seu lado, seja conhecido ou não. Ele sempre questiona se a pessoa está feliz ou se tem amigos suficientes para satisfazer a pequena solidão que a aflige. Ele também é assim, conhece tanta gente mundo afora, mas poucos o conhecem como ele gostaria. Ele já quase se despiu de roupa, para provar que também tinha o que tantos procuravam, e também de alma, para mostrar que nem só de corpo as pessoas são feitas. Ele se viu numa encruzilhada de emoções e não soube lidar com nenhuma delas, a não ser a da vergonha de ter se exposto tanto assim.

Ele não é como os outros, que só querem passar o tempo até algo melhor aparecer. Ele quer algo a mais, quer se envolver com alguém disposto a encará-lo como realmente é, até porque não sabe e nem quer saber como que finge um sentimento detrás de um sorriso sem emoção alguma. Ele se vê, lá na frente, de bem com a vida que tem; se vê feliz com o pouco que conquistou, pois sabe que o que importa mesmo são os momentos raros e não os inúmeros bens materiais que uma pessoa normalmente tem. Ele não quer se preocupar com o domingo monótono ou a melodia arranhada, ele quer mesmo é olhar pro lado e perceber que mesmo com tudo isso rolando, a beleza ainda existe. Ele acredita no bom e no bonito; quem dera todo mundo ser assim.

Ele se vê curioso pela vida do outro, mas não de um jeito ruim. Ele tem vontade de saber exatamente quem é determinada pessoa e no que ele pode ajudá-la a ser um pouco melhor. Ele também quer ser melhor, ele sabe que pode ser. Ele acredita que o mundo é belo, que ainda existem pessoas boas e que fazem a vida valer a pena. Às vezes ele se doa demais aos outros, mas às vezes ele também se cansa disso. Ele tem medo de dizer essas coisas em voz alta na frente de certas pessoas, mas quando está em segurança, livre de qualquer ameaça, diz tudo e mais um pouco para si mesmo. Ele não se acha belo, mas sabe que possui qualidades que poucas pessoas ainda tem. Ele foca cada vez mais nessas qualidades e tenta deixar de lado o que o incomoda vez ou outra. Ele quer esquecer o que não lhe faz bem. Ele quer ser o que sempre quis ser e que tenta incessantemente ser.

O mundo exige demais dele e ele exige demais do mundo. Ainda busca o equilíbrio entre os dois, mas sabe que precisa aprender muito para alcançar tal objetivo. Ele não se preocupa tanto com o tempo que irá levar até alcançar a sua verdadeira paz, pois sabe que a cada dia que passa, uma nova conquista é alcançada. 

Ele é batalhador, por isso continua caminhando em frente e sem abaixar a cabeça. Ele ainda não sabe o que está por vir e, mesmo tendo medo de não conseguir, imagina que com dedicação irá fazer tudo o que sempre quis.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s