Conversa de espelho

7c28f905e2bd472c2cfb3605d357d17f

Oi, você. Como está? Está tudo bem? Mesmo? É que eu vi você toda quietinha aqui no canto, então resolvi vir te perguntar. Conta pra mim sobre o seu dia? Como você passou o seu domingo? Saiu e foi ver alguns parentes? Amigos? Ou preferiu ficar na sua enquanto assistia aquela série que estava há tempos separada no Netflix? Você se divertiu? Se sentiu bem consigo mesma? Pois é isso que importa.

Tem algo te incomodando? Uma situação? Um alguém? Sempre tem um alguém, não precisa mentir pra mim. Eu estou ao seu lado, vai ficar tudo bem. Acredita em mim, né? Porque eu acreditei em você quando me pediu, até por isso que estou aqui, para te retribuir o que de bom você me ofereceu. Olha só, uma ajuda assim não é todo mundo que está disposto a dar, então aceita. Sem pestanejar, sem nada. Só aceita. Eu sei como é difícil para você acreditar em tudo o que te digo, mas te garanto que não são palavras ditas apenas da boca pra fora. Todas trazem uma carga de emoção; de sentimento. Sei bem que você sabe o que isso quer dizer.

O que aconteceu com aquele teu sorriso que sempre iluminava os lugares por onde passava? O que aconteceu com os teus sonhos? Eles eram tão seus. Não faça com que os outros tirem de ti o que de mais belo você tem. Eu sei do que você é capaz e conheço um pouco de cada um dos seus medos. Então, ei, não deixe com que eles atrapalhem o seu crescimento, está bem? Ter medo não significa que você não tem coragem de enfrentá-los. Ter medo significa que o novo está por vir e que é normal se sentir assim. A vida nunca foi fácil, ainda mais pra você. Eu sei disso. Você custou a acreditar que eu sou assim como sou, mas acreditou. Ou estou errada quanto a isso? Espero que não. Diga pra mim que não?

Preste atenção nisso que irei te dizer agora: você não está sozinha. Na verdade, nunca esteve. Você só quis se isolar um pouco de todos que te faziam mal até então e tá tudo bem quanto a isso. A questão é que não dá para se esconder do mundo até a hora da morte, sabe? O mundo não aguenta com a sua ausência; a sua presença nele é bem mais importante. A sua forma de se expressar, as palavras que você diz, as músicas que canta mesmo não sabendo cantá-las da maneira correta, tudo isso tem um peso enorme quando se trata de você. O seu feito é bem maior do que os defeitos. Aliás, que defeitos? Talvez você os enxergue aos montes, mas eu, sinceramente, não vejo nada além de uma covinha no queixo que te faz ficar ainda mais bela. Tua beleza é rara, você deveria acreditar nisso quando as pessoas dizem. Não sou eu, não é tua mãe ou quem quer que seja, é o mundo. O mundo te vê dessa forma, você só tem que agradecer e, se quiser, retribuir.

Não precisa se preocupar com o fato de que ainda não é hora para isso ou não é hora para aquilo, entenda de uma vez por todas que não há hora para fazer o que se quer e ser feliz. A vida é tão curta, não há porquê você adiar algo tanto assim. Tenha em mente que se você quiser algo, você vai lá e faz. Se não quiser, ok, não faz. Mas não se deixe consumir pela sensação de que a vida está passando e que você não está fazendo nada. Porque você está. Você está aqui, viva, enfrentando um dia após o outro. Está, não está? Porque se você não estiver, bom, aí a conversa já é outra.

E eu prefiro adiá-la o tempo que for preciso.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s