Regra Indica | 5 sugestões de livros para ler durante o ano

_m-drbinfa4-eli-francis

Como boa amante de livros que sou, tenho aquela famosa listinha dos meus preferidos da vida. Pelo fato de estarmos no início do ano, resolvi compilar os 5 mais especiais que já li até hoje – e que possuem uma grande importância na minha vida literária – e deixá-los aqui como sugestão para você também apreciar as grandes obras que são.

Coloque como meta individual ler um ou dois desses 5. Ou, se quiser encarar o desafio, por que não todos eles? Garanto que você não irá se arrepender, além de adquirir ensinamentos belíssimos com eles. E aí, topa?

1 – O Pequeno Príncipe (Antoine de Saint-Exupéry, 1943)

1-o-pequeno-principe

O primeiro livro dessa lista não tinha como ser outro, já que esse é, de longe, o meu livro favorito. Talvez seja por conta de ser um dos meus primeiros contatos com a literatura, após as fábulas e contos da Bíblia, mas talvez seja também por conta da história que o livro traz. Não me lembro bem a idade que tinha quando o li pela primeira vez, mas posso chutar uns 8 ou 9 anos – e é claro que, naquela idade, eu encarei a história apenas como uma sobre um principezinho que vem de outro planeta para o nosso e que tem uma jiboia que come um elefante, essas coisas. Mas, com o passar dos anos, e com as releituras que fiz, ensinamentos preciosos vieram de encontro a mim, como aquele da famosa frase “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”.

Esse, sim, é um livro que poderia ser obrigatório nas escolas, pois possui uma linguagem simples, mas é de uma profundidade indescritível.

2 – A Droga da Obediência (Pedro Bandeira, 1984)

2-a-droga-da-obediencia

Quando eu tive a oportunidade de estudar em um colégio particular (num longínquo 2001), tive a oportunidade, também, de estar sempre dentro de uma biblioteca, lugar recheado de livros para a idade que tinha na época – incríveis 8 anos. Além da biblioteca do colégio em que estudei, comecei a frequentar também a Biblioteca Pública do Paraná, não só por ter acesso a conteúdos de pesquisas escolares, mas também por aquele lugar trazer inúmeras possibilidades de leituras diferentes das que estava habituada até então. E uma das que trago com muito carinho desde essa fase é a saga d’Os Karas, história criada por Pedro Bandeira.

Em “A Droga da Obediência”, Bandeira traz a história de cinco estudantes – Miguel, Crânio, Magrí, Calu e Chumbinho -, um grupo de “detetives” que são incubidos de desvendar o mistério de uma droga internacional que está sendo experimentada em alunos dos melhores colégios de São Paulo. Nesse livro, e em todos os outros da saga, Os Karas tem importância fundamental na hora de desvendar mistérios esquisitos que acontecem em seu cotidiano. Afinal, é assim que Os Karas são: o avesso dos coroas, o contrário dos caretas!

* A saga completa é composta, ainda, pelos livros: Pântano de Sangue (1987), Anjo da Morte (1988), A Droga do Amor (1994), Droga de Americana! (1999), A Droga da Amizade (2014).

3 – Harry Potter e a Pedra Filosofal (J. K. Rowling, 1997)

3-harry-potter-e-a-pedra-filosofal

Fã assumida de Harry Potter que sou, não podia deixar de indicar a leitura do clássico da saga, certo? Acredito que a maioria das pessoas já conhece a história do bruxo mais queridinho dos últimos tempos, mas não custa nada repetir: Harry é filho de dois grandes bruxos, porém fica órfão ainda quando bebê. Por conta disso, ele é criado por seus tios – que são trouxas (não-bruxos) -, mas, em seu aniversário de 11 anos, recebe uma visita inusitada do guardião das chaves de Hogwarts (uma das escolas de magia e bruxaria mais importantes do mundo), Hagrid, e descobre que, na verdade, é um bruxo.

A história desse primeiro livro da saga introduz a nós os primeiros passos do bruxinho no mundo da magia, bem como o início de sua amizade com Rony e Hermione, dois importantes personagens não só para essa história, mas também para todas as outras. Para quem gosta de uma boa literatura fantástica, essa saga é um prato cheio de aventuras e sentimentos.

* A saga completa é composta, ainda, pelos livros: Harry Potter e a Câmara Secreta (1998), Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (1999), Harry Potter e o Cálice de Fogo (2000), Harry Potter e a Ordem da Fênix (2003), Harry Potter e o Enigma do Príncipe (2005), Harry Potter e as Relíquias da Morte (2007). Mais recentemente (2016), foi lançado o livro Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, roteiro de uma peça teatral cuja história se passa 19 anos depois do término do último romance.

4 – A Menina que Roubava Livros (Markus Zusak, 2005)

4-a-menina-que-roubava-livros

Eu não sei de onde vem a minha paixão por histórias sobre a Alemanha nazista, sejam elas literárias ou cinematográficas, e eu até tentei descobrir isso nesse outro texto que escrevi aqui no Regra. O meu primeiro contato com essa temática foi com esse livro icônico de Zusak, que é narrado pela Morte e conta a história da menina Liesel. Como descreve o título, Liesel realmente rouba livros, sendo o primeiro deles o “O Manual do Coveiro”, livro que o coveiro que enterrou o seu irmão mais novo deixou cair sem perceber. Como não sabia ler, pede ajuda ao seu pai adotivo, Hans, que a ensina a junção das letras no porão de sua casa. Com o decorrer da trama, ela se aventura cada vez mais nesses roubos, aprendendo sempre alguma coisa com as suas leituras.

Meu carinho por essa obra vem de algum tempo já, pois ela não é apenas uma história, mas sim uma história que mostra a realidade de uma criança querendo ir muito mais além da guerra que assolava o seu país. E nem preciso comentar como ficou meu emocional quando fiquei sabendo da adaptação da história para o cinema, né? Então ótimo. ♥

5 – A Sombra do Vento (Carlos Ruiz Zafón, 2001)

5-a-sombra-do-vento

Zafón conseguiu despertar em mim uma grande paixão com a saga que tem início nesse livro. A aclamada história d’O Cemitério dos Livros Esquecidos se passa em Barcelona, no ano de 1945, e começa narrando que Daniel Sempere está completando 11 anos e, por conta de não conseguir lembrar-se do rosto de sua mãe, é levado pelo seu pai até um misterioso lugar localizado no coração da cidade – o tal do cemitério de livros que nada mais é do que um depósito de obras esquecidas. Dentre várias presentes, Daniel depara-se com um exemplar de “A Sombra do Vento”, de Julián Carax, e fica fascinado com ele. Ao tentar ir atrás de mais informações sobre obra e autor, descobre que poucas pessoas os conhecem, além de perceber que há alguém que está queimando todos os exemplares do livro em questão.

Pra quem é fã de suspense e aventura, essa é uma história completa que, além de tudo isso, traz um enredo num cenário misterioso e que aborda o encanto que os livros trazem à nossa vida.

* A saga completa é composta, ainda, pelos livros: O Jogo do Anjo (2008), O Prisioneiro do Céu (2011), O Labirinto dos Espíritos (2016).


Bom, essas são as 5 obras literárias fundamentais que me fizeram ser o que sou e a gostar do que gosto. Espero que vocês gostem de cada uma delas, caso as leiam. E se você quiser compartilhar as suas obras preferidas, deixe aqui nos comentários! Quem sabe nós não temos algo em comum, hum?! 😉

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s