Sobre a Jurisprudência Anatômica da Decepção

bd2c33b1-3260-4199-8235-75f3821aeb00

eu confio. eu me entrego. eu me doo. eu sou intenso. não gosto de admitir, mas eu sou. eu sei que sou assim. daí vem minhas desilusões, minhas decepções, meus traumatismos cranianos. é um circulo vicioso, eu sei.

apesar de ser muito sincero, franco e direto,  meu maior problema ainda é guardar muita coisa só para mim; dizer apenas quando perguntam, só que as pessoas nunca perguntam e quando perguntam, não estão preparadas para ouvir a verdade.

ouvir verdades dói e assim eu cometo meu maior crime.

mas não estou falando de amor agora, estou falando de amizade, porque eu escolhi meus amigos a dedo, todos eles. julguei ter escolhido bem, por que todos têm qualidades das quais eu admiro.

exceto um, ao que parece.

e como eu costumo parafrasear para eles: eles são as minhas pessoas. muito embora é daí que a decepção se torna proporcionalmente mais catastrófica, anatômica.

mas fui enganado, fui vitima de uma mentira, de uma falsa amizade, de uma pessoa sem moral e hipócrita que faz tudo ao contrario daquilo que normalmente diz para se vender como alguém que não é; quase fui arrebatado numa treta real e infame, na mais absurda desculpa de que o interesse era apenas material porque eu também precisaria dos resultados obtidos.

tumblr_njdg7lspud1t169dio1_250

porém, eu jamais faria de meus amigos moedas de troca, produtos a serem barganhados de forma tão barata e muito menos eu me venderia futilmente.

mas eu não percebi o preconceito embutidos em pequenos comentários e brincadeiras, as asneiras em algumas formas de se posicionar, o exibicionismo latente, a necessidade fútil de obter alguns likes, a forma rasa de pensar.

eu fui avisado; fui avisado diversas vezes de que isso poderia acontecer, mas não dei ouvidos, porque eu não desisto fácil daqueles que são meus, eu insisto e persisto, sei que é um erro, mas eu sou assim, intenso até nas minhas amizades.

porém, existem pessoas que vem e que ficam para sempre; ainda tem aquelas pessoas que vem e por algum motivo se vão, deixando apenas boas memórias, mesmo que você não queira dizer adeus; e ainda tem aquelas pessoas que vão e que voltam; entretanto, tem pessoas que você precisa chutar da sua vida [com um belo pontapé], porque de fato elas não te fazem bem.

eu sei, a vida parecer ser ainda mais cruel nesse ponto, porque estamos falando de amigos e amigos, amigos de verdade jamais deveriam dizer adeus [ou ser chutados com um belo pontapé de nossas vidas].

e eu posso estar errado quanto a tudo isso, espero estar errado; contudo, o sentimento é esse.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s