As Intermitências da Morte

Hoje eu vou falar do melhor livro que li nesse ano! As Intermitências da Morte de José Saramago ressuscitou aquilo que desde o fim do ano passado estava morto em mim: a fome de devorar um livro o mais rápido possível. Saramago é o um deus da literatura – por mais que negue a existência de qualquer divindade.

O livro começa com a seguinte frase: No dia seguinte ninguém morreu. A partir de então você é sugado para dentro da história e se envolve com a luta que vai da Igreja ao Estado, do cidadão “de bem” à máfia. Tudo isso narrado à maneira única de Saramago. Ele cria as suas regras de ortografia, suas vírgulas são pontos. Seus pontos são raros.

A Igreja Católica começa a ter que bolar estratégias de comunicação para manter o seu papel, pois sem a morte não há ressurreição, sem ressurreição… O Estado começa a tentar articular maneiras de evitar o caos que está para tomar o país.

As funerárias cobram planos do Governo para que não venham à falência. Uma nova lei é criada para salvar o negócio daqueles que cuidam dos moribundos. Que lei é essa? Os mafiosos aproveitam a situação de caos para lucrar. O Estado negocia com os mafiosos. Diante do aperto os cidadãos de bem começam a fazer coisas eticamente condenáveis. Mas que seria a ética diante da extrema necessidade?

E a morte? Essa maldita mostra-se necessária. A sua ausência trouxe para esse país mais dor do que se poderia imaginar. A morte também tem sentimentos. Meu God, que livro é esse? É a oitava maravilha do mundo. O melhor livro que li nesse ano. Está na minha lista de livros prediletos, certamente.

Obrigado Dabliu, pelo presente mais que especial!

Um comentário sobre “As Intermitências da Morte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s