Cloridrato de Sertralina para viver

setralina.jpg

A depressão pegou minha cabeça no dia de hoje, enterrou no mais fundo do meu travesseiro e me disse para não levantar essa manhã. O máximo que consegui, foi esticar o braço até a cabeceira e tomar o comprimido, para ter forças de ao menos abrir os olhos sem trincar o maxilar. Eu comi meu pão na chapa mais lentamente, engoli o café nos pequenos goles e respondi roboticamente qualquer coisa que me fosse questionada. Os dias que começam assim me pesam de tal maneira, que eu começo a questionar se estou realmente melhor ou só mentindo para os mais preocupados, para que eles não pensem que o fato do meu banho ficar mais demorado significa que eu cortei meus pulsos. Silenciosamente, eu os corto em diversas direções e jeitos, mas ninguém vê meu sangue jorrando nas roupas e avenidas- até porque, isso só está na minha mente caótica e doente.

A depressão jogou meu carro do viaduto cerca de 50 vezes, só na semana que passou. Em todas as colisões, eu voltava ao plano real da mente e começava a me culpar por sequer ter pensado em morrer, já que eu amo tanto a vida. Me afogou em oceanos, transformou pequenas coisas em armas letais, ligou o gás da cozinha enquanto eu estava sozinha. A depressão deixou mensagens sem resposta, ligações sem serem atendidas, refeições por fazer e me faz mentir que a rotina do trabalho tem me consumido, por isso andei sumindo- desculpe. Depois ela me deu uma fome absurda, me fez chegar até o primeiro drive às 02:00h da madrugada e comer como se não houvesse amanhã. A depressão me dá refluxo, ânsia durante dias, ansiedade durante horas e me desidrata de tanto chorar. A depressão me estrala as juntas e me gera uma dor insuportável no braço esquerdo enquanto eu durmo. Me arranca os cabelos, literalmente, principalmente no chuveiro. Leva uma parcela do meu salário em remédios, terapias e comidas calóricas. Me faz sentir vergonha do meu corpo, da minha pele e do meu vocabulário. Me deu de presente oito quilos e cobranças sociais por eu não ter forças para emagrecer. A depressão me gera o desespero de ter que estar em público e é um espartilho imaginário me tirando o ar. A depressão não me deixa falar, amar direito, criou abismos entre mim e as pessoas que eu amo e me tira um dos grandes prazeres da minha vida: Escrever.

E quanto mais você tenta me entender agora, menos eu consigo prestar atenção nas saídas. Quanto mais eu repito no consultório que eu estou cansada demais para tudo, o tempo todo, eu só consigo ver os olhos ao meu redor me dizendo que isso é só uma necessidade compulsiva de me sentir pior, o tempo todo. E o tempo, que é essa massa pesada no meu estômago, me dilacera porque lá no passado eu deixei para responder certas coisas depois, me consome, porque agora eu ainda não tenho respostas e me dá um tiro na testa, porque eu não sei se terei respostas algum dia. A depressão virou meu relógio, minha balança, minhas medidas, meu sono, meu pesadelo e minha dor. Me acolhe, enquanto eu me rejeito. Me dá a mão, enquanto eu me repudio. Me amamenta, enquanto eu tento entender minhas origens. Dança uma valsa, enquanto eu vivo meus lutos e me conforta, enquanto o mundo me dá medo. A depressão está na minha história, com uma passagem demorada e sádica, jantando comigo todas as noites e me dá bom dia, se faz de casa para eu não querer ir embora. Me oferece estadia.

Está acenando de longe, nesse momento, dizendo que já volta- só vai me dar um tempo enquanto o Cloridrato de Sertralina 25mg está agindo. Ela me estica como um elástico eterno, que se estende em torno de todas as minhas inseguranças e as coloca alinhadas dentro dos meus órgãos vitais. Está sentada ao meu lado agora. Está colocando o ponto final nesse texto e me dizendo sem medo: Ainda temos um longo caminho pela frente, querida. 

25mg de um longo, pesado e indesejado tempo.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s