Esse texto não precisa fazer sentido

Chega uma hora que você cansa de ter que pensar em tudo. Sabe esse papo de que você tem que saber exatamente para onde quer ir? Ele não é verdade. Pelo menos não precisa ser sempre. Às vezes, dá pra você apenas viver. Curtir a vida. Fazer o que lhe dá na telha. Escrever um texto louco, sem pé e nem cabeça, que não é pra denunciar nada, e nem pra mudar o mundo, escrever apenas pra expulsar os tormentos da mente.

Sei lá, se jogar, mudar o rumo das coisas, ou não mudar nada também, e acreditar no vento como deus e em Deus como um vento. Não precisa sempre ter fé, nem racionalizar tudo. O segredo que tenho descoberto é que no fundo, bem no fundo não precisa de nada. Sem regra. Apenas caminhar. Quando quiser planejar, planeje. Caminhar, caminhe. Andar, ande. Parar, não apenas pare, e sim deite no chão, role, chore e ria até cansar. Depois comece tudo de novo.

Sem sentido no fundo é uma vida que pra tudo damos sentido. Deixa ser como será, já diria o compositor. Apenas flua no vazio complexo da sua existência.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: