O filme do Danilo Gentili, Queermuseu e a incoerência da sociedade

Nos últimos tempos algo que tem sido extremamente debatido na internet é o limite da arte. Ela tem ou não que ser podada? A arte é uma representação da realidade, isso todos precisam ter em mente. Seja essa realidade física, algo que realmente aconteça no dia a dia, ou simplesmente uma realidade imaginária, que vive apenas na mente de algumas pessoas, por tanto é real para elas.

Se quadros que denunciam a pedofilia não podem ser vetados – obviamente estou me referindo ao caso do Queermuseu -, filmes que representam a mesma denúncia também não. A menos que o filme diga claramente para o público “saia por aí e seja pedófilo”, ele não pode ser considerado uma apologia. E mesmo se ele disser isso, precisa ser levado em conta todo o contexto do enredo.

O que não consigo compreender é como a mesma pessoa que critica uma exposição de arte por conter imagens com essa denúncia consegue apoiar um filme que age igualmente. A recíproca também é verdadeira. Se você acha que quadros artísticos podem representar pedofilia, o cinema não pode ser vetado disso. É uma questão de coerência.

Recentemente o filme do Danilo Gentili “Como se tornar o pior aluno da escola” recebeu uma crítica de um jornalista da Folha, que citava exatamente uma cena de pedofilia que acontece na trama. Gentili rebateu o profissional publicando o vídeo na íntegra da entrevista. Depois de receber uma enxurrada de agressões o jornalista foi demitido do veículo.

São tempos estranhos. Tempos em que as pessoas não seguem uma linha coerente de raciocínio. Tempos em que as opiniões são pautadas em tweets. São tempos líquidos, já diria Bauman.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s