Bom dia

tumblr_nnqj89LfZI1rxx1vlo1_500

Hoje eu acordei querendo ser o seu contato de emergência no seu plano de saúde. Querendo fazer seu café da manhã. Escolher a sua camisa. Colocar uns guardanapos na sua mochila do trabalho, porque nem sempre tem guardanapo bom quando a gente come fora de casa e isso é uma coisa que sempre me incomodou. Avisar que passou na televisão que no final do dia vai chover de novo e te dar um guarda-chuva.  Te acordar na próxima noite por causa das minhas insônias- principalmente as românticas. Hoje eu amanheci querendo te contar sobre as minhas partidas, sobre o que eu já fui sem você e que hoje não existe mais, mas também falar do quilo do açúcar mascavo que é um absurdo e não tá dando pra ser saudável assim, vai o refinado mesmo. Queria fazer um texto para você, te associando com um cais, mas eu não consegui contextualizar esse pensamento ainda. Hoje eu amanheci com dor nos ombros, mas ao mesmo tempo determinada a não ser só mais um ser humano na Terra que vive, cresce, come até ficar com o colesterol alto e cego por causa da diabetes e morre. Então, eu decidi que preciso da sua ajuda pra isso. Eu preciso da sua ajuda para não me perder das essências e continuar indo para a academia três vezes na semana.

Hoje eu queria te explicar que eu não tenho medo de morrer, mas tenho medo que um dia você morra e eu fique sem ter para onde ir. E que tenho medo de não conseguir fechar o mês com dinheiro suficiente na conta, porque eu decidi assumir a minha casa, e que eu deveria ter comprado um sofá menor para a sala, mas agora eu já me precipitei, paciência. Hoje eu tenho certeza de que eu te falaria da existência humana de maneira profunda, mas juro por Deus, que te imploraria pra colocar umas prateleiras que eu comprei há meses, mas não tenho ninguém pra me ajudar a parafusar na parede. Queria continuar a conversa da noite passada, só que mais de perto, talvez com umas taças a gente acabasse criando novas teorias e eu possa te mostrar uma receita de macarrão integral maravilhosa e que dá pra gente comer com menos culpa. Queria te tranquilizar sobre o futuro, porque eu tenho certeza de que você nunca precisará comprar nenhum afeto, barganhar nenhuma companhia, porque você é um dos seres mais doces da humanidade e terá parte da minha herança- sim, no caso, o meu carro- e, quem sabe, não achar que te colocar tão dentro da minha rotina seja algo intenso demais para nós dois.

Hoje eu não queria fingir que sei exatamente o que estou fazendo quando digo que sei. Queria planejar férias- essas que eu não terei tão cedo– e ter certeza de que conseguirei sentir um pouco do sol queimar o meu rosto- só um pouco, porque a minha pele é muito clara. Gostaria de te ouvir reclamar da humanidade ao seu redor que hora te desafia, hora te encanta e hora te deixa morrendo de tédio. Queria pedir os pratos quentes do bar que a gente gosta e uma água com gás e dois copos com gelo, limão só no meu. Queria que você esticasse a mão para me lembrar que a gente escolheu ser sozinhos, só que juntos. Queria ter uma solução viável para essa sensação que nós temos sobre a brevidade da vida. Sobre o quão efêmeros somos diante de tudo o que acreditamos. Hoje eu só queria poder te dizer que o teu silêncio, cura. Que nem sempre eu queria que a hipótese de dormir na minha cama fosse só uma hipótese, porque o teu braço me ajuda com essa dor do meu ombro que surge quando eu durmo torta. Queria que todas as coisas que eu sinto em vão esvaíssem, tipo o meu desespero diante de coisas pequenas, e ficasse somente o que realmente me serve de abrigo- simno caso, você- e que você tivesse total certeza de que eu nunca irei te abandonar, enquanto houver verdade em nós. E que o seu cabelo é. definitivamente, muito bonito e bom.

Hoje, queria poder ter certeza absoluta de que você consegue levar as próprias escolhas com tranquilidade, sem vontade de ver como seriam outras versões da vida que você leva. Amanheci querendo te dar uma família, mas também te fazer entender que isso não nos garante um lar de verdade. Amanheci com alguns erros seus de gramática para corrigir, mas nenhum deles é concreto de verdade a ponto de me fazer significativa na sua história. Hoje acordei usando suas meias e te ouvindo dizer que nem tudo é tão bom assim, como eu acho que é, mas em nenhum momento você estava dividindo meu travesseiro. Acordei querendo que você estivesse no outro cômodo lendo um dos livros novos que eu comprei. Hoje eu abri os olhos na minha cama, com as minhas cobertas, envolta dos meus lençóis e te querendo aqui, em mim. Acordei com um pouco mais de liberdade em nós. Com um pouco mais de você na íris. Com um pouco mais, de tudo.

Aceita um café? 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s