Marielle, Rafael Braga e Massacre do Carajás estão na Boca de Lobo do Criolo

maxresdefaultCriolo parou a internet no último dia 30 ao lançar a música Boca de Lobo. A canção retrata todo o caos que o Brasil está atolado. Recheados de referências de notícias que foram manchetes nos últimos anos, a música vai além de uma simples canção, ela é uma dessas artes que marcam um tempo na história. Ouvir Boca de Lobo é relembrar tristes fatos que escandalizaram a população, e demonstram todo o racismo e extermínio dos mais pobres e negros no país. O Regra dos Terços separou para você três histórias reais que Criolo fez questão de relembrar na sua canção.

01 – Rafael Braga

Aonde a pele preta possa incomodar
Um litro de Pinho Sol pra um preto rodar
Pegar tuberculose na cadeia faz chorar
Aqui a lei dá exemplo: mais um preto pra matar

Rafael Braga é um jovem negro que está preso há cinco anos, analfabeto, que estava nas manifestações no dia 20 de junho de 2013. Você deve se lembrar, milhões de pessoas tomaram as ruas em todo o país para lutar contra o Governo. O slogan da vez era “Não é só 20 centavos” se referindo ao aumento do valor do transporte coletivo. Pois bem, lá estava Rafael com sua mochila, dentro dela estavam dois produtos de limpeza, sendo eles um litro de Pinho Sol e um desinfetante da marca Barra, ambos lacrados.

Talvez o maior crime de Rafael fosse estar ali, manifestando por seus direitos ao lado daquelas pessoas brancas e de classe média. Ele foi abordado e preso, sob a acusação de portar material explosivo, que segundo a polícia serviria para a criação de um coquetel molotov…

Rafael foi único preso condenado de toda manifestação. No dia 12 de janeiro de 2016 Rafael estava em regime semi-aberto, e caminhava para a padaria com sua tornozeleira eletrônica devidamente no lugar, quando foi abordado por policiais. Segundo seu relato e de uma testemunha, ele foi levado para um beco e sob agressões e ameaça de um fizil, os policiais queriam que ele delatasse onde morava o traficante da região.

Alegando não ter o que falar Rafael Braga foi conduzido para a delegacia e lá chegando, deparou-se com 0,6 gramas de maconha, 9,3 g de cocaína e um rojão que os policiais afirmaram ser dele. O ex-catador de papelão foi condenado a 11 anos e três meses de prisão por tráfico e pagamento de R$ 1.687. Ele contraiu tuberculose na prisão e agora segue em regime domiciliar fazendo tratamento para a doença.

02 – Massacre do Carajás

A pauta dessa mesa “Coroné” manda anotar
Esse ano tem massacre pior que de Carajá

No dia 17 de abril de 1996, o município de Carajás, que fica no sul do Pará foi tomado pelo horror. 19 sem-terra foram brutalmente assassinados, e mais de 60 ficaram feridos. Tudo aconteceu em uma ação policial para desbloquear a rodovia PA-150. Nada vai descrever melhor o tamanho do massacre do que as imagens e os testemunhos abaixo:

03 – Caso Marielle

Olhe, essa é a máquina de matar pobre!
No Brasil, quem tem opinião, morre!

Marielle foi uma defensora voraz dos direitos humanos. Mulher, negra, mãe, cria da favela da Maré, no Rio de Janeiro, e vereadora. Marielle denunciou em seu perfil nas redes sociais, que policiais do 41º BPM (Batalhão da Polícia Militar) de Acari. Abaixo segue a publicação:

“Precisamos gritar para que todos saibam o está acontecendo em Acari nesse momento. O 41° Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro está aterrorizando e violentando moradores de Acari. Nessa semana, dois jovens foram mortos e jogados em um valão. Hoje a polícia andou pelas ruas ameaçando os moradores. Acontece desde sempre e com a intervenção ficou ainda pior. Compartilhem essa imagem nas suas linhas do tempo e na capa do perfil!”.

Esse mesmo batalhão, segundo o Instituto de Segurança Pública, registou mais de 450 mortes em cinco anos. Marielle fez a denúncia poucos dias antes de ser brutalmente assassinada. O carro em que ela estava foi seguido por outros dois veículos, fechado e fuzilado, morreu ela e o motorista.


Com toda força que esses casos merecem, Criolo relembra esses absurdos e alerta:

Está por vir, um louco está por vir
Shinigami, deus da morte, um louco está por vir

Advertisements

Posted by

Jornalista e apresentador de TV. Criador do Regra dos Terços.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s