Chega de mentiras, de negar o meu desejo

Todo ano é a mesma coisa. O blog morre no início e renasce das cinzas logo depois. Já faz cinco anos que é assim, eis a essência do Regra, ele é feito com o coração e quando o mesmo está mudo ou atordoado demais com outras demandas, me calo por aqui. Mas aos poucos o coração tem voltado a falar, a doer a exigir que eu transmita tudo isso que tenho vivido.
Esse é um blog pessoal, com pensamentos e sentimentos controversos que rondam e conduzem minha mente. Mas ele também é pessoal para a Eline Carrano e Rafaela Manicka, assim como já foi para tantos outros colunistas, que assim como eu, vem e vão “nessa loucura de dizer que não te quero” para o Regra.
tenor
Bem, estou escrevendo às vésperas de fazer uma viagem internacional, o que provavelmente quer dizer que vou sumir de novo por uns dias. Mas tudo bem, se sumo é porque precisei e se volto, é pelo mesmo motivo.
Mas pra que viver fugindo se eu não posso enganar meu coração?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s