A ligação de Jair Bolsonaro com os fabricantes de cloroquina

O presidente Jair Bolsonaro tem ligação com os fabricantes de cloroquina no Brasil. Renato Spallicci, do laboratório Aspen, que fabrica o Reuquinol à base da hidroxicloroquina, é fiel defensor do bolsonarismo e triplicou as vendas do produto após o presidente aparecer com as caixinhas do seu remédio em live.

Carlos Sanchez, o 16º homem mais rico do Brasil, é controlador da EMS, que fabrica o remédio exposto por Bolsonaro em live nessa semana. Ele se reuniu duas vezes com o presidente desde o início da pandemia.

Ogari de Castro Pacheco, do laboratório Cristália, contou com a presença pessoal de Jair Bolsonaro na inauguração de um de seus laboratórios no ano passado. Ele afirma que a pandemia tem levado a um “crescimento sem precedente de venda de medicamentos”.

Sanofi-Aventis, único laboratório estrangeiro a vender cloroquina no Brasil, tem como acionista aquele que Bolsonaro acha que é seu amigo, o presidente norte-americano Donald Trump.

As informações foram publicadas pelo Estado de S. Paulo.

Ajude a manter o blog, colabore no Apoia.se.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s