Sono antecipado

Sim, eu tenho uma certa obsessão por dormir. E ao longo dos meus quase trinta anos eu tenho desenvolvido muitas técnicas para melhorar a qualidade do meu sono e para conseguir dormir mais – e em qualquer lugar ou situação adversa. 

Lembro de ter ficado muito impactada quando, uma vez, me disseram que não existe esse negócio de recuperar o sono perdido. Alguém me disse que não dá para dormir pouco numa noite e compensar indo dormir cedo na noite seguinte. Depois de ouvir que a gente não recupera nunca as horas de sono perdidas eu tenho tentado não perder nenhum minuto do meu sono precioso por quase nada na vida. 

Sendo assim, eu desenvolvi uma técnica de ficar com sono antecipadamente. Certa vez eu precisava viajar e meu voo saía muito cedo. O embarque começava às cinco e cinquenta da manhã. Sendo assim, eu precisava sair de casa às cinco da manhã e, por consequência, acordar às quatro e meia se eu quisesse tomar um café antes de sair. 

Mas eu estava de férias e, sendo assim, acordando mais tarde que o normal. E na véspera de viajar às cinco da manhã eu tirei um cochilo de mais ou menos duas horas no finalzinho da tarde. Qual a chance de uma pessoa que dorme por duas horas à tarde ter sono às dez da noite?

Acontece que, se for eu, as chances são bem grandes porque eu me aproprio do sono que eu só sentiria no dia seguinte. Às nove e meia da noite eu já estava ficando com um soninho. Às dez eu já estava bocejando em frente à TV. Onze da noite eu já estava indo dormir, morrendo de sono, porque tinha que acordar às quatro e meia no dia seguinte. 

Falei para meu marido que ia dormir porque se eu ficasse com muito sono eu ficaria muito mal humorada no dia seguinte. Ele riu e respondeu: “Você vai acordar às quatro e meia. Não há a mínima possibilidade de você não estar mal humorada amanhã”. 

Tem isso também. Não importa quantas horas eu durma. Não importa que eu vá dormir às oito da noite para acordar às oito da manhã no dia seguinte. As manhãs são sempre difíceis para mim. E quanto mais manhã, mais difícil. Sempre. No fim, eu acordei mal humorada, como previu meu marido. Mas dormi pelo menos cinco horas e meia graças ao meu sono antecipado. 

Meu marido acha isso maluquice. Meu pai não entendeu bem quando eu tentei explicar e só deu risada – meio que concordando com a teoria da maluquice do meu marido, mas não querendo me magoar. Minha mãe disse com todas as letras que eu devo ter algum problema, mesmo, porque ninguém consegue dormir tanto. No fim, ninguém entendeu. Mas eu juro que é uma técnica válida e que funciona. Experimentem.  

2 comentários sobre “Sono antecipado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s