Justiça adia mais uma vez julgamento de Salles em segunda instância

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, conseguiu novo adiamento para seu julgamento em segunda instância. O julgamento estava marcado para acontecer na última quinta-feira (3), mas após apresentação de uma petição no processo, por parte da defesa do ministro, o relator tirou de pauta para que a parte contrária possa se manifestar. A nova data está marcada para o dia 15 de outubro.

Ministro de Estado do Meio Ambiente, Ricardo Aquino Salles (Foto: Alan Santos/PR)

Ricardo Salles já foi condenado em primeira instância com a perda dos direitos políticos por três anos e mais o pagamento de multa por ter, segundo a Justiça, ordenado que fossem fraudados mapas da Várzea do Rio Tietê, enquanto era secretário de Maio Ambiente de São Paulo de 2016 a 2017.

O ministro nega que tenha cometido irregularidades quando era secretário de Meio Ambiente de São Paulo. Porém, segundo o coordenador do setor de Geoprocessamento e Cartografia da Secretaria Estadual do Meio Ambiente durante a gestão Salles, o hoje ministro ordenou adulteração de mapas. “Esse pedido veio para que eu alterasse os mapas sem mostrar. Fraudar. Não colocar nome, data. Não mudar nada na legenda. Apenas mudar as cores”, afirmou Victor ao The Intercept em fevereiro de 2019.

Conforme o Regra dos Terços mostrou, o hoje ministro já foi acionado ao menos 18 vezes na Justiça  por ações, ou a falta delas, à frente da pasta do Meio Ambiente. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s