Entregadores de APP pedem regulamentação da classe na Câmara

Lideranças de entregadores de aplicativo se uniram, nesta terça-feira (15), com parlamentares para discutir um projeto de lei, proposto pelo PSOL que prevê várias garantias e direitos para a categoria. 

(Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

Compareceram cerca de 40 trabalhadores, de diversos estados do país, que foram recebidos em uma reunião por um grupo de deputados, em Brasília, para falar da PL 1665, que garante mais proteção aos trabalhadores. O projeto de lei reivindica por melhores condições de trabalho e garantias financeiras em caso de afastamento por Covid-19, acidentes ou doenças contagiosas. Pede também medidas emergenciais de proteção durante a pandemia e prevê que as empresas forneçam aos entregadores equipamentos de proteção individual como máscaras, álcool-gel e luvas, além de outros pontos. 

Caso o projeto seja aprovado, os aplicativos teriam obrigações e normas a serem cumpridas com a categoria.

Os entregadores de aplicativo e motoboys, atualmente, não tem nenhuma assistência e nem direitos básico de trabalhadores formais, além de não terem proteção para casos de acidentes ou doenças. 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: