Opositor russo envenenado, deixa hospital após 32 dias de internação

De acordo com a equipe do advogado e ativista político, ele foi internado após beber água envenenada em hotel; suspeita do crime recaem sobre o Kremlin

O principal opositor do governo russo, Alexei Navalny, deixou hoje, 23/09, o hospital Charité, na Alemanha, após 32 dias de hospitalização decorrentes de uma provável tentativa de envenenamento.

Em um comunicado divulgado à imprensa os médicos que cuidaram de Navalny informaram que “observando a evolução do tratamento até agora e do estado atual do paciente, os médicos consideram que é possível um restabelecimento completo”, afirma a nota do hospital de Berlim. Entretanto, o centro médico advertiu que é muito cedo para avaliar as possíveis consequências a longo prazo do envenenamento. 

Desde 2009, Navalny, que não é filiado a nenhum partido político,  é o principal oposicionistas de Vladimir Putin denunciando empresas estatais que, segundo ele, desviam dinheiro público e fazendo duras críticas as eleições presidenciais russas.

O ENVENENAMENTO

No dia 20 de agosto, após beber uma garrafa de água envenenada no quarto do hotel onde estava hospedado em Tomsk, Navalny precisou de atendimento médico durante um voo que ia para Moscou.

Duas semanas após a internação, especialistas alemães encontraram numa das garrafas de água vestígios de novichok, um agente neurotóxico desenvolvido pela União Soviética para uso militar. Além do laboratório alemão, análises feitas na França e Suécia também determinaram que Navalny foi vítima de um envenenamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s