sobre todas as decepções de quando tentei

queria muito que tivesse dado certo.

não deu. paciência.

talvez mais um trauma a ser superado ou quem sabe um luto.

chorar? quem sabe, mas provavelmente não.

o importante, penso eu, é não deixar nada virar magoa. me tornar amargo é o suficiente para minha própria derrota.

perdoar? sim. certamente. mas por hora vou curtir e entender minha dor.

vou pensar em mim, vou limpar minhas lagrimas. me dar chocolate e me amar muito. incondicionalmente.

foda-se se você achar isso um egoísmo.

já me doei demais.

queria muito que tivesse dado certo.

não deu.

paciência.

bola para frente, como diria a pensadora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s