Mourão defende o torturador Ustra

O vice-presidente da República, General Hamilton Mourão, defendeu o torturador Carlos Alberto Brilhante Ustra. Ao menos 500 torturas aconteceram em sua divisão, sob seu comando. Porém, o vice-presidente afirmou que é necessário esperar que as vítimas de Ustra “desapareçam” para que a história seja escrita.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s