Investir no empreendedorismo é uma das prioridades do candidato do NOVO à prefeitura de Curitiba

Como forma de incentivo e ajuda, o médico João Guilherme pretende criar um fundo de aval para dar crédito os micro e pequenos empresários com objetivo de movimentar os negócios e a economia 

O candidato à prefeitura de Curitiba-PR, João Guilherme (NOVO), disse nesta quinta-feira (15/10), em entrevista ao programa Regra Política, do site Regra dos Terços, que é preciso favorecer o empreendedorismo. Ele apontou os micros e pequenos empresários como os grandes responsáveis pela geração de emprego e renda no Paraná e no restante do Brasil. Como uma forma de incentivo e ajuda, ele contou que pretende criar um fundo de aval para dar crédito ao setor, com objetivo de movimentar os negócios e a economia. 

“As pessoas que produzem, que trabalham, principalmente o pequeno e o micro empresário, são responsáveis pela geração de empregos no Brasil. 90% dos empregos não são fornecidos ou não surgem das grandes empresas, e sim das pequenas e médias. Nós temos que favorecer o empreendedorismo, mas não é simplesmente para facilitar a vida do empresário, é promover o empreendedorismo para aumentar o emprego e renda. É fundamental isso”, destacou João Guilherme.

O médico João Guilherme é aposta do partido NOVO para a prefeitura de Curitiba. Foto: divulgação

De acordo com o candidato, é preciso olhar para o setor por conta da crise que foi ocasionada pela pandemia do novo coronavírus. João apontou na entrevista que empregos foram perdidos, comércios foram fechados e a renda acabou sumindo. Como consequência, segundo o político, pessoas acabaram com o nome negativado na praça. “Como é que faz para ter crédito? Como é que faz para alavancar o negócio de novo? A prefeitura tem que fazer esse investimento, criando possibilidades de crédito para o pequeno e microempresário”, questionou. 

A solução encontrada por João para resolver o problema, caso seja eleito, é a criação de um fundo de aval (mecanismo utilizado para concessão de garantias complementares à contratação de operações de crédito para financiamento de investimentos pelas empresas junto às instituições financeiras) com o recurso oriundo do caixa da prefeitura ou do governo do estado e até mesmo da união, onde investirá no micro, pequeno e médio empresário para fazer circular a economia. “Esse fundo de aval funciona da seguinte maneira: você consegue, a cada real investido pela prefeitura, alavancar até 10 vezes esse valor. Então se a prefeitura criar um fundo de aval de R$ 100 milhões, a gente pode alavancar em até R$ 1 bilhão a economia de Curitiba”, explicou. 

Na visão do político, isso aquece os negócios e acaba estimulando as pessoas a consumirem. “E além disso, fazer a capacitação das pessoas para receberem esse crédito e saberem como empreender. Porque emprego formal não vai ter assim, de uma hora para outra. Batemos o recorde de desemprego no Paraná, 11,2%, isso nunca aconteceu. Se a gente for ficar sentado numa cadeira esperando que apareçam empregos formais, nós vamos ter sérias dificuldades “, pontuou. 

RENOVAÇÃO POLÍTICA

Durante a entrevista, o médico foi questionado sobre um possível aumento no número de abstenções nas eleições de novembro, devido à pandemia. João Guilherme explicou que a conduta dos políticos também ajudarão a alimentar essa quantidade.  “Quem que não está desencantado com a política do Brasil? A grande maioria da população, as pessoas não querem nem ouvir falar de política, as pessoas não confiam nos políticos, as pessoas não tem mais esperança de que os políticos sejam uma solução para os problemas “, certificou.

O candidato apontou que a saída para esse impasse está na população e que ainda existem políticos que trabalham sério. “A grande maioria, infelizmente, é  farinha do mesmo saco que está querendo se promover exclusivamente na próxima eleição. Então esse desencanto ele ocorre mesmo, ele é natural, mas nós temos que lutar contra ele e resgatar a esperança de que existe gente boa, com credibilidade e com capacidade para exercer cargo público”, declarou.

PROPOSTAS PARA A SAÚDE

João Guilherme destacou na entrevista que a saúde de Curitiba enfrenta grandes problemas. Um deles é a falta de leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) na rede pública. Outro ponto, é a demora na realização de consultas. “Tem gente que espera dois anos para fazer uma consulta oftalmológica. [Para] realizar uma cirurgia ortopédica tem fila de dois anos. Temos um problema de falta de investimento na qualidade de serviço da prefeitura para o cidadão”, mostrou.

Para diminuir o problema das vagas em UTI, o político´, que é médico, irá propor uma cooperação entre a rede pública e hospitais filantrópicos, universitários e particulares e clínicas com foco de aumentar o volume de atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS) da cidade. “Então a gente tem que ampliar essas parcerias e elas são possíveis de fazer e já foram feitas em outros lugares do Brasil de uma maneira muito efetiva”, disse. 

Sobre as consultas, João afirmou que pretende investir em telemedicina. “Como que a gente vai fazer esse atendimento, por meio de tecnologia, informática, fazer o que nós estamos fazendo aqui, conversando a distância. O paciente poderá ter acesso ao médico e fazer uma triagem sem precisar ir até o posto para marcar uma consulta.  Essa triagem pode ser feita e está sendo feita no mundo inteiro. Isso diminui bastante o tempo de espera na fila”, explicou. 

TRANSPORTE PÚBLICO

A expansão do bilhete único na capital paranaense é uma das medidas que serão prioridade em um possível governo de João Guilherme. Na entrevista, ele elogiou a forma como funciona a ideia em São Paulo. “Eles tem uma proposta bem mais inteligente em relação ao bilhete único,  isso a gente vê em todas as metrópoles e em todos os lugares do mundo. Curitiba teve um sistema de transporte que foi sim bom, mas com o tempo ele foi esgotado, piorou muito”, avaliou.  

Segundo o candidato, não é possível pagar uma só passagem se o cidadão quiser pegar dois ônibus para realizar um trajeto curto, é necessário fazer todo o percurso até o terminal para conseguir. Esse problema, na visão do João, está afastando as pessoas a utilizarem o transporte público. E essa falta de passageiros acaba tornando as tarifas mais caras, de acordo com o político. 

IMPASSES DO PARTIDO

O jornalista Leonardo Aragão questionou ao candidato algumas condutas de políticos da legenda. Uma delas foi o fato  do governador Romeu Zema (Novo)  ter destinado, no ano passado, 134 vezes mais recursos para o pagamento da Minas Arena, concessionária que administra o estádio Mineirão, do que para o programa ligado à Secretaria de Educação do estado que tem como objetivo custear o ensino para jovens em escolas de tempo integral.  

O outro questionamento, foi em relação ao candidato a vereador por São Paulo que afirmou que tráfico de drogas não deveria ser considerado crime, referindo-se ao caso do André do Rap, solto na semana passada por uma decisão do Supremo Tribunal Federal. Marcelo Castro deu a declaração nas redes sociais, onde escreveu: “A lei é clara: prisão preventiva por mais de 90 dias tem que ser fundamentada. O cara foi preso por tráfico, não foi por assassinato ou latrocínio. Tráfico nem devia ser crime”, escreveu.

João respondeu aos questionamentos alegando que o partido “não é perfeito”, e que há composições na legenda que vão cometer e falar algumas coisas administrativamente ou pessoalmente que nem sempre estarão representando o partido como um todo. Para ele, isso existe em todos os lugares e em todas as atividades pessoais. 

Reveja a entrevista no Regra Política:

*Matéria feita pelo estagiário André Phelipe, com a supervisão de Raphaella Caçapava

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s