RELATOR DA MP DO SETOR ELÉTRICO PROPÕE COMISSÃO EXTERNA PARA ACOMPANHAR CRISE ENERGÉTICA NA REGIÃO NORTE

O líder do Podemos na Câmara, deputado federal Léo Moraes (RO), protocolou requerimento para criação de Comissão Externa destinada a observar “in loco” as unidades de distribuição de energia elétrica dos estados da Região Norte do Brasil. De acordo com o parlamentar, é necessário que se faça um diagnóstico sobre a real situação do fornecimento de energia na região para evitar “novos apagões”.

Há 21 dias, o Amapá sofre com a falta de fornecimento adequado de serviço de energia.

“Essa situação tem gerado enormes prejuízos e afetado, entre outros, o abastecimento de água, a compra e o armazenamento de alimentos, serviços de telefonia e de internet. Cerca de 750 mil pessoas, o que representa 89% da população do estado, ficaram sem energia. A situação é dramática, o que tem causado indignação entre os habitantes e uma onda de protestos pelo retorno da energia e pela responsabilização dos culpados. O parlamento tem que acompanhar essa situação de perto”, propõe Léo Moraes.

O parlamentar avalia que a atual condição vivida pelos amapaenses “acende” a luz de alerta sobre a qualidade dos serviços elétricos prestados aos estados do Norte, que possuem histórico de apagões. Fato comprovado pelo relatório do Instituto de Defesa do Consumidor (IDEC), que em 2018 registrou que a Região Norte apresenta os piores resultados quanto à qualidade do fornecimento de energia elétrica.

“A região Norte tem um DEC (Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora) apurado médio de 32 horas e atende cinco milhões de unidades consumidoras. O Estado do Acre apresenta o pior desempenho na região, com DEC apurado médio de 48 horas. Naquele ano, o Centro-Oeste teve DEC apurado médio de 23 horas; o Sudeste, de 10 horas; o Sul, de 13 horas; e o Nordeste, de 15 horas. Assim, nenhuma região do Brasil tem tanto tempo de interrupção no fornecimento de energia quanto a Região Norte”, cita trecho do relatório do IDEC.

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: