SEIS PASSOS PARA NÃO FALTAR DINHEIRO EM 2021

Olá querido leitor/querida leitora!

Primeiramente, desejo a você um feliz 2021, cheio de paz, alegrias e prosperidade, a fim de compensar o (preencha aqui com o adjetivo negativo de sua escolha) 2020, ano esse que ficará marcado pelo resto de nossas vidas. Espero que você e sua família estejam bem e com as energias renovadas para enfrentar o ano vindouro.

Estreio com muita satisfação essa coluna na Regra dos Terços para tratarmos de um assunto que, para uns, é fonte de incômodo, e, para outros (como é meu caso), um prato cheio para longas discussões: investimentos e finanças pessoais. Ao longo do tempo, tentarei trazer de forma simples alguns insights que poderão deixar, no mínimo, o tema mais leve para você.

Aproveitando o clima de início de jornada que os meses de janeiro trazem, decidi compartilhar 6 passos que acredito serem interessantes para seguir em 2021. Não se preocupe se algum termo lhe soar mais técnico, iremos abordar mais a fundo nas colunas posteriores. E, claro, fique à vontade para pesquisar por conta caso queira se adiantar no conhecimento.

  1. Pense em metas factíveis: chegou janeiro, e esse será o ano de trocar o carro ou fazer aquela reforma na casa, mas você já parou para calcular quanto do salário ao fim do mês pode ser guardado para se atingir essas metas? Colocar na ponta do lápis ajuda a deixar tangível qualquer sonho;
  2. Guarde uma reserva de emergência: o ano que passou com certeza deixou escancarado para muitos a necessidade de se ter pelo menos 3 meses de seus gastos fixos guardados em uma poupança, sendo esse montante a tal da “reserva” para casos inesperados;
  3. Avalie se é possível cortar gastos: se arrependeu de ter comprado aquela calça ou aquela blusa que nunca usou? Gastou demais nas compras online? Que tal segurar um pouquinho o desejo e incrementar seus investimentos?
  4. Encare suas aplicações como gastos fixos mensais: disciplina e continuidade são fatores determinantes para se construir bons investimentos e um bom patrimônio no longo prazo. Aplicações programadas seguramente podem auxiliar nessa tarefa;
  5. Programe com antecedência os grandes gastos desse ano: distribuir grandes despesas em diferentes meses, ou mesmo guardar recursos para efetuar pagamentos à vista podem evitar um fim de mês “no vermelho” de forma inesperada;
  6. Pense no seu futuro: o tempo passa para todos e, com certeza, a força e vitalidade que você possui para trabalhar não será a mesma ao longo dos anos. Já pensou em investir um pouquinho todo mês e passar sua aposentadoria com direito a viagens todo ano? A magia dos investimentos com juros compostos pode lhe possibilitar isso!

Até a próxima semana!

*Henrique Costa é engenheiro eletricista formado pela UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Atua no setor industrial e de energias renováveis há cerca de 10 anos. Entusiasta do mundo dos investimentos, aprendeu desde cedo que poupar e investir é um dos melhores caminhos para se atingir os objetivos da vida. No Regra dos Terços é autor da coluna “Pra que investir?”

Acompanhe Henrique no Instagram!

2 comentários sobre “SEIS PASSOS PARA NÃO FALTAR DINHEIRO EM 2021

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: