RENATA SILVEIRA É A PRIMEIRA NARRADORA CONTRATADA POR UMA EMISSORA DE TV

Quais são as suas lembranças ao ouvir a narração de um jogo de futebol? Lembrou daquela partida do seu time favorito, que teve um jogada sensacional? Ok. Mas quem descreveu com emoção essa jogada? Muito provavelmente você vai responder que foi um homem, certo? 

A representatividade da mulher é importante em todos os setores da sociedade. Exemplo disso, no cinema, como falamos aqui na coluna da Jenifer Borges ‘Representatividade no cinema conta? a “Bela” Kristen Stewart mostra que sim’. Durante décadas de partidas de futebol televisionadas ou transmitidas por rádio, a participação de mulheres na narração ou como comentarista foi algo quase impossível, pois ainda hoje o esporte é visto como algo reservado apenas para homens.   

Renata Silveira. Foto: Reproduçaõ/Rede Globo

Dia 10 de março de 2021, um dia histórico para a cobertura de esportes brasileira. Foi nesta data, às 21h30, no canal de esportes SporTV, da rede Globo, que a jornalista Renata Silveira estreou como narradora de futebol ao narrar o jogo entre Moto Club e Botafogo. 

A carreira como narradora de partidas vem de antes da contratação pela emissora em 7 de dezembro de 2020. Em 2014 ela venceu o concurso ‘Garota da Voz’ promovido pela Rádio Globo, e foi a primeira mulher a narrar uma partida de Copa do Mundo. Quatro anos mais tarde, foi selecionada junto com as jornalistas Isabelly Moraes e Manuela Avena para narrar os jogos da Copa do Mundo que aconteceram na Rússia, pelo canal Fox Sports.

Neste ano, Renata é a primeira contratada para o cargo que antes era composto apenas por homens. Junto com ela, fazem parte da equipe de transmissões de esporte da empresa as comentaristas Ana Thaís Matos, Renata Mendonça e Nadine Basttos.

Pioneiras

Antes da Renata, Isabelly e Manuela, outras mulheres quebraram essa máxima de que só homens podem narrar esportes. Luciana Mariano foi a primeira mulher a narrar uma partida de futebol feminino na TV, pela Rede Bandeirantes, em 1997. Antes dela, no rádio, a jornalista Zuleide Ranieri foi a primeira mulher na narração do esporte mais querido do mundo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: