JOENIA WAPICHANA ALERTA SOBRE OS ATAQUES CONTRA OS POVOS INDÍGENAS

Durante audiência pública da Comissão dos Direitos Humanos na Câmara, nesta quarta-feira (7), a deputada federal Joenia Wapichana (Rede-RR), coordenadora da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas (FPMDDPI), denunciou ataques e ameaças vindos de grileiros e também do governo federal, que negligencia as causas indígenas. “Os povos indígenas sempre são vistos como algo muito longe, muito do passado, mas na verdade ainda enfrentam ainda um processo de colonização que não acabou e têm sofrido uma série de violações dos seus direitos”, disse a parlamentar. 

A situação da pandemia tem agravado ainda mais o cenário desses povos que, além de terem que lidar com todos os riscos da Covid-19, sofrem diariamente com ataques, grilagens e invasões de terras, ameaças, desmatamento e contaminação dos rios por mercúrio. Para Joenia Wapichana, os direitos humanos dos indígenas continuam sendo negligenciados, fazendo com que eles ainda vivam um processo de colonização.  

Foto: Divulgação

“Esse resultado forte que vemos no dia a dia, deriva da ideia que existe uma civilização superior, que não reconhece as diferenças culturais e isso gera o ataque racista, genocida, às terras indígenas quando se coloca como única fonte de recurso natural, de forma a explorar devastadoramente”, relata.

A audiência pública aconteceu de forma virtual no Anexo II da Câmara e contou com a presença de representantes de entidades da sociedade civil e parlamentares que enfatizaram a necessidade de o governo criar medidas eficazes para o enfrentamento da pandemia e se solidarizaram com as famílias vitimadas pela doença. 

A reunião acontece um dia após o Brasil atingir a triste marca de 4.211 mortes causadas pela Covid-19 e no dia Mundial da Saúde, data incorporada no calendário pela Organização Mundial da Saúde em 1948. A Comissão de Direitos Humanos da Câmara se reuniu para definir a agenda que irá subsidiar o plano de trabalho do grupo. 

“Esses dados que nós colocamos aqui, que aumentam a cada dia, não podem ser banalizados. Nós temos que estar com isso na mente e não esquecer, porque são vidas, pessoas, histórias e toda vida importa”, ressaltou a deputada Joenia Wapichana.

Insegurança

Joenia Wapichana disse que mesmo durante a pandemia as agressões contra os ativistas e instituições que defendem as causas ambientais e de direitos humanos seguem sendo desrespeitadas. 

“Em plena pandemia, a gente achava que estaria com uma segurança a mais, mas pelo contrário. Essa vulnerabilidade dos povos indígenas ainda são enfrentadas no dia a dia com invasões nas terras, a contaminação e desmatamentos”, conta a parlamentar. “O governo Bolsonaro que não para de colocar todos os dias alguma decisão para diminuir os direitos constitucionais dos povos indígenas”, ressaltou Joenia Wapichana.

A  secretária geral da Associação Brasileira de Antropologia  (ABA), Carla Costa Teixeira, destacou as ações de denúncia e garantia de direitos feita pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), pela deputada Joenia e por outras instituições e pessoas parceiras da causa indigena no Brasil. 

Ela ressaltou a importância da Comissão debater e buscar iniciativas de garantia de políticas públicas, principalmente neste momento de pandemia onde os ataques aos direitos humanos estão ainda mais evidentes e têm refletido mais ainda na falta de água potável e acesso a saúde de qualidade. 

*Fonte: Frente Parlamentar Indígena

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: