A PASSAGEM DO TEMPO, DA VIDA E OS INVESTIMENTOS

Olá querido leitor/querida leitora!

Antes de transcorrer sobre o tema de hoje, gostaria de agradecer a todos que acompanharam a nossa minissérie “Desbravando o mundo dos investimentos”. Espero que possa ter sido um ponto de partida útil para aqueles que querem se aprofundar cada vez mais no tema; todos as partes dessa minissérie você pode acessar aqui. Nessa coluna, pretendo me afastar de termos mais técnicos e convidar você a refletir sobre a passagem do tempo e como os investimentos podem lhe auxiliar a ter uma vida mais tranquila.

Muitos estudiosos denominam a economia como a ciência da escassez, ou seja, o estudo de tudo aquilo que possui pouca oferta no mundo. Pare para refletir: qual é o bem mais escasso que você possui? Para alguns pode ser o dinheiro, os amigos, a família, dentre outros. Entre vários economistas, o consenso é um só: o tempo da sua vida. Cada fração de segundo de nossas vidas é único e irrecuperável, já que o tempo nunca corre para trás.

Dessa forma, é de extrema importância que busquemos aproveitar o tempo que temos nesse plano da melhor maneira possível, já que i) esse é o bem mais escasso que possuímos e ii) nunca saberemos se o “estoque” desse “produto” irá acabar em décadas ou amanhã. Ora, mas onde os investimentos entram nessa história? Ainda que seja nosso dever buscar nossa própria felicidade terrena, há um item subjetivo, particular de cada um, para o tempo de vida: qual a qualidade desse tempo? De nada adianta viver 100 anos levando uma vida amargurada e cheia de frustrações.

Deixando o juízo de valor um pouco de lado, é fato que uma vida financeira equilibrada pode lhe trazer mais conforto material, novas experiências, mais saúde, menos preocupações, dentre outras inúmeras vantagens. E os investimentos são peça fundamental desse equilíbrio. Ainda que o início desse tipo de jornada possa ser dificultoso, investir melhor pode lhe proporcionar maior qualidade de vida, e, por que não, uma vida mais longeva.

Por fim, mas não menos importante, reforço para que você aproveite muito bem cada porção do “estoque” do seu bem mais escasso: cuide de você mesmo, do seu corpo, de sua família e de todos aqueles que lhe rodeiam e lhe querem bem. Vivemos tempos difíceis, e cada pouquinho a mais “de vida no seu tempo” é de muita valia.

Até a semana que vem!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: