“ELE CORRÓI AS INSTITUIÇÕES E MANIPULA A DEMOCRACIA”, DIZ MARRAFON SOBRE POPULISMO

Ao longo da história política do mundo tivemos vários governos populistas de direita e também de esquerda. Mas o que caracteriza essa prática política que sempre está presente durante os mandatos? Para falar sobre esse tema, o convidado do Regra Entrevista desta terça-feira (8) foi o advogado e doutor em direito de Estado, Marco Marrafon. 

Embora os tempos popular e populista tragam uma falsa impressão de derivam uma da outra, os sentidos são totalmente diferentes. Popular é ser conhecido e reconhecido por ações. Já o populismo é uma termo utilizado na política para definir um governo ou governante que faz manobras para se aproximar do povo. Geralmente com um intenso sentimento de nacionalismo, sendo carismático e buscando sempre manipular o povo contra as instituições públicas do país e também contra a ciência.  

“A grande diferença que vai surgir nessa construção é que o líder populista ele tem uma verdadeira aversão a qualquer forma de controle de poder. Ele tem esse discurso, geralmente, de maneira muito autoritária, anti-institucionalista, ou seja, contrário às instituições e a partir disso ele começa a correr a democracia por dentro. Ele corrói as instituições e manipula a democracia”, explica Marrafon.       

Marrafon é doutor em direito de Estado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e estudos doutorais na Università degli Studi di ROMA TRE, Itália. Atualmente é Professor de Direito e Pensamento Político da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e ex-presidente da Academia Brasileira de Direito Constitucional (ABDConst). 

Confira a live completa no canal do Regra.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: