Ícone do site Regra dos Terços

APÓS CULPAR MULHERES POR ESTRUPRO, RODRIGO CONSTANTINO É DEMITIDO DA JOVEM PAN

Anúncios

O radialista disse, ainda, que dá boa educação para que não a filha não seja estuprada. A demissão foi anunciada no Twitter em pelo próprio.

Durante uma live transmitida no canal do YouTube do radialista e comentarista da rádio Jovem Pan, Rodrigo Constantino, nesta quarta-feira (4), o jornalista fez comentários extremamente maldosos e desumanos culpando mulheres por serem vítimas de violência sexual, ao comentar o caso da influencer Mariana Ferrer. 

Reprodução: YouTube/Rodrigo Constantino

Rodrigo Constantino disse, ao dar um exemplo, que se a própria filha chegasse em casa e lhe contasse que foi vítima de estupro ele não denunciaria o estuprador e ainda a colocaria de castigo, pois se ela, a vítima, foi abusada, foi porque fez alguma coisa errada. “Ela vai ficar de ficar de castigo porque eu não vou denunciar um cara desse para a polícia, eu vou dar esporro na minha filha. Porquê alguma coisa ali ela errou feio e eu devo ter errado para ela agir assim”, disse.

Em nota publicada no site UOL, a emissora repudiou a fala do jornalista e reafirmou que a vítima não deve ser responsabilizada pelos atos de seu agressor. “Diante do ocorrido nesta quarta-feira em uma live independente promovida fora de nossas plataformas por um de nossos comentaristas, o Grupo Jovem Pan esclarece que desaprova veementemente todo o conteúdo publicado nos canais pessoais e apresentado nessa live. Reafirmamos que as opiniões de nossos comentaristas são independentes e necessariamente não representam a opinião do Grupo Jovem Pan”.

Em postagem feita nesta tarde, Rodrigo Constantino disse que teve sua fala distorcida, que não faz apologia ao estupro e que isso causou a demissão.

Sair da versão mobile