Kelli Kadanus, jornalista, cronista, tia coruja. Escrevo para tentar me entender e entender o mundo. É assim desde que aprendi a juntar sílabas. Sonho em mudar o mundo e as palavras são minha única arma disponível.

CINQUENTA MINUTOS DE FLUTUAÇÃO E PARANOIA

Ganhei do meu marido de presente de aniversário uma sessão de 50 minutos em uma cabine de flutuação. A ideia

Leia Mais
%d blogueiros gostam disto: