fbpx

BOLSONARISTA É PRESO APÓS FALAR EM CAÇAR MORAES VIVO OU MORTO

BOLSONARISTA É PRESO APÓS FALAR EM CAÇAR MORAES VIVO OU MORTO
Brasília - O ministro licenciado da Justiça e Segurança Pública, Alexandre de Moraes, indicado para cargo de ministro do STF, passa por sabatina na CCJ no Senado Federal (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, determinou prisão preventiva do bolsonarista Márcio Giovani Nique, conhecido como
professor Marcinho. O mandato foi cumprido pela Polícia Federal, em Santa Catarina.

Em transmissão nas redes sociais, o apoiador do presidente Jair Bolsonaro afirmou que “um empresário grande está oferecendo uma grana federal que vai sair pela cabeça Alexandre de Moraes, vivo ou morto”. Segundo o homem um agrupamento no Brasil e em outros países pretende caçar Moraes.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por ser preventiva, a prisão não tem data para expirar. Nos últimos dias o país tem visto crescer os ataques à Suprema Corte, geralmente capitaneados por Bolsonaro, que convocou uma manifestação para amanhã contra o STF. Em Brasília, nesta segunda (6), já há faixas pedindo para que o Exército feche o Supremo.

Diante deste cenário, autoridades de 26 países assinaram uma carta por temerem o rompimento democrático no Brasil.

Regra dos Terços

Veja a vida de outro ângulo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: