BOLSONARO VERSUS TCU: PRESIDENTE ADMITE QUE INVENTOU DADOS, MAS INSISTE EM SUPERNOTIFICAÇÃO DE MORTES

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) admitiu nesta terça-feira (8) que os dados mostrados por ele a apoiadores que questionavam o número de mortes por Covid-19 no Brasil não partiram do Tribunal de Contas da União (TCU). Na segunda-feira (7), em conversa com apoiadores em frente ao Palácio Alvorada, Bolsonaro afirmou que um suposto relatório do TCU lançaria dúvida sobre parte dos óbitos registrados em decorrência da pandemia.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O TCU desmentiu o presidente ainda na segunda-feira (7). “O TCU esclarece que não há informações em relatórios do tribunal que apontem que ‘em torno de 50% dos óbitos por Covid no ano passado não foram por Covid’, conforme afirmação do Presidente Jair Bolsonaro divulgada hoje”, disse a Corte, em nota.

Nesta terça-feira, Bolsonaro admitiu o erro, mas insistiu que há indícios de supernotificação nos dados. O presidente citou como fonte “vídeos de WhatsApp”.

“Nós vamos para cima agora para exatamente apurar quais estados que fizeram supernotificação em busca de mais dinheiro. Quem pagou a conta alta com isso, com essas políticas de supernotificação, que tinha que ser justificada por lockdown, por toque de recolher? O mais pobre que perdeu sua renda”, disse o presidente.

Usando o suposto relatório, Bolsonaro disse a apoiadores nesta segunda-feira (7) que estava divulgando a informação em “primeira mão”, e que “em torno de 50% dos óbitos por Covid” teriam sido registrados de forma incorreta no ano passado.

“Primeira mão para você. Não é meu, é do tal do Tribunal de Contas da União, questionando o número de óbitos no ano passado por Covid. O relatório final não é conclusivo, mas em torno de 50% dos óbitos por Covid no ano passado não foram por Covid segundo o Tribunal de Contas da União”, declarou o presidente.

Atualmente, o Brasil acumula mais de 16,9 milhões de casos de Covid confirmados e 474,4 mil mortes. Os dados são do Ministério da Saúde.

3 comentários sobre “BOLSONARO VERSUS TCU: PRESIDENTE ADMITE QUE INVENTOU DADOS, MAS INSISTE EM SUPERNOTIFICAÇÃO DE MORTES

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: