fbpx

O BRASIL ESTÁ SECANDO: PAÍS PERDEU 16% DA SUPERFÍCIE DE ÁGUA EM 30 ANOS

O BRASIL ESTÁ SECANDO: PAÍS PERDEU 16% DA SUPERFÍCIE DE ÁGUA EM 30 ANOS
Foto: Mayke Toscano/Agência Brasil

Uma pesquisa inédita do MapBiomas divulgada nesta segunda-feira (23) mostra que 15,7% da superfície de água no Brasil desapareceu nos últimos 30 anos. No Mato Grosso do Sul, onde fica parte do Pantanal, 57% de todo o recurso hídrico foi perdido no período.

A pesquisa mostra que, ao todo, 3,1 milhões de hectares de superfície de água sumiram desde 1990. Isso equivalente a mais de uma vez e meia de todo o recurso hídrico disponível no Nordeste em 2020. A estimativa é que, até 2050, haja uma redução de 25% na superfície de água no Brasil.

Foto: Mayke Toscano/Agência Brasil

O Mato Grosso do Sul é o estado mais afetado. Em seguida, aparecem o Mato Grosso, que perdeu 530 mil hectares, e Minas Gerais, com redução de 118 mil hectares.

A pesquisa do MapBiomas também relaciona as queimadas com a redução de água. O município de Corumbá, no Mato Grosso do Sul, foi o que mais pegou fogo e também o que mais perdeu água entre 1985 e 2020.

No início do mês, um relatório da ONU mostrou que a influência humana no aquecimento do planeta está num ritmo sem precedentes pelo menos nos últimos 2 mil anos. Com isso, as consequentes mudanças na temperatura e nos extremos climáticos afetam todas as regiões do mundo. As alterações causadas pelas emissões de gases de efeito estufa no passado e no futuro serão irreversíveis daqui a séculos ou milênios, segundo o documento. As mudanças mais destacadas serão em oceanos, geleiras e no nível global no mar. 

Um incêndio de grandes proporções atinge, desde domingo (22), o Parque Estadual do Juquery, em Franco da Rocha, na Grande São Paulo. Segundo a prefeitura, o fogo começou após a queda de um balão. Segundo o Corpo de Bombeiros, mais de 1.200 hectares, ou seja, 60% da vegetação, já foi queimada.

O Corpo de Bombeiros recebeu 2.360 chamados para incêndio em vegetação na Região Metropolitana de São Paulo neste final de semana. No sábado (21), a corporação levou mais de 10 horas para apagar um incêndio próximo da terra indígena Tekoa itakupe e do Parque Estadual Jaraguá. As causas do incêndio são desconhecidas.

Kelli Kadanus

Kelli Kadanus, jornalista, cronista, tia coruja. Escrevo para tentar me entender e entender o mundo. É assim desde que aprendi a juntar sílabas. Sonho em mudar o mundo e as palavras são minha única arma disponível.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: