CÂMARA APROVA CASSAÇÃO DO MANDATO DE DEPUTADA FLORDELIS

Por 437 votos favoráveis e sete contrários, o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (11) a cassação do mandato da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), acusada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, morto a tiros em junho de 2019. 

De acordo com o deputado federal e relator do processo na Câmara, Alexandre Leite (Dem-SP), Flordelis usou o cargo no legislativo para coagir testemunhas e ocultar provas. O relator ressaltou, ainda, que a análise do processo na Casa Legislativa se limitou a questões antiéticas, mas não se ateve ao mérito do culpado da morte do pastor.

Deputada federal Flordelis (PSD-RJ). Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Além da perda do mandato, Flordelis ficará inelegível por determinação da Lei da Ficha Limpa. Quem assume o posto é o suplente da ex-deputada, Jones Moura (PSD-RJ). 

“O que se extrai desse processo no âmbito de Conselho de Ética são os fatos antiéticos, como o uso do mandato para coação de testemunha e para ocultação de provas”, disse Alexandre Leite. Além da perda do mandato, Flordelis ficará inelegível por determinação da Lei da Ficha Limpa. Quem assume o posto é o suplente da ex-deputada, Jones Moura (PSD-RJ). 

*Informações: Agência Câmara de Notícias

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: