PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O CASO LÁZARO BARBOSA

A busca por Lázaro Barbosa mobilizou quase 300 policiais que ficaram por 20 dias na cola do homem suspeito de ter matado quatro pessoas da família Vidal, em Ceilândia, no Distrito Federal. O jornalista Erick Mota está acompanhando de perto o caso desde o início, em Cocalzinho, interior de Goiás. Subindo e descendo morros, entrando em riachos, passando em baixo de cerca elétrica e entrando em área de zona fechada, Erick, que também é o fundador do Regra dos Terços, se destacou na cobertura feita pela Band, em especial no programa Brasil Urgente, com José Luís Datena.

O momento que mais marcou a cobertura do jornalista, foi quando descobriu ao vivo, um dos esconderijos utilizados pelo assassino confesso, que vinha barbarizando desde 2007 o país, quando matou e estuprou na Bahia.

Veja as perguntas e respostas sobre o caso, publicado no canal Mota Por Aí. Siga o Erick também no Instagram para ficar para participar dos próximos vídeos.

Relembre o caso Lázaro

Lázaro Barbosa, 32 anos, foi morto na manhã de segunda-feira (28) no estado de Goiás após 20 dias foragido. Moradores afirmaram que Lázaro conhecia muito bem as redondezas da cidade de Cocalzinho de Goiás (GO), já que pescava e caçava na região. Segundo o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, o serial killer teve apoio nas fugas e nos esconderijos. A polícia segue investigando as motivações dessas ajudas.

Em coletiva, Rodney Miranda, secretário de Segurança Pública de Goiás, afirmou que Lázaro chegou a ser socorrido com vida, mas faleceu no caminho ao hospital.

O assassino apresentava uma extensa ficha criminal desde 2007 contendo assassinatos, sequestros, estupros e roubos.

O caso ainda tem muitas pontas soltas que precisam ser esclarecidas, como, por exemplo, a origem de R$ 4.400 encontrados com ele quando ele foi capturado pela polícia.

Ilustração: Eli Nunes/Regra dos Terços

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: