fbpx

Ciro lança pré-candidatura nesta sexta-feira com foco no eleitor jovem de centro

Ciro lança pré-candidatura nesta sexta-feira com foco no eleitor jovem de centro

O ex-governador Ciro Gomes (PDT) lançou nesta sexta-feira (21) sua pré-candidatura à Presidência da República. A pretensão do pedetista é consolidar seu nome como a “terceira via” em alternativa às candidaturas do presidente Jair Bolsonaro (PL) e do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT). Para isso, Ciro busca atrair o eleitor jovem e de centro. Mas, antes de conquistar o eleitor, ele tem uma missão ainda mais urgente: convencer o próprio partido.

Ciro contratou o marqueteiro João Santana, que foi responsável por diversas campanhas petistas à Presidência, para coordenar a campanha. O slogan foi definido como “Ciro: A rebeldia da esperança”. A estratégia é alcançar o público jovem, de centro e tentar se mostrar como antissistema, além de tentar justificar o temperamento explosivo do ex-governador.

O pedetista, que chegou em terceiro lugar na corrida presidencial em 2018, ainda não decolou nas pesquisas de intenção de voto para as eleições deste ano. Na semana passada, uma pesquisa Ipespe (1) mostrou Ciro com 7% das intenções de voto, numericamente atrás do ex-juiz Sergio Moro (Podemos), que aparece com 9%. O ex-presidente Lula lidera a disputa, com 44% das intenções de voto. Bolsonaro aparece em segundo lugar, com 24%.

A decisão de lançar a candidatura de Ciro ainda não é unânime no PDT e o partido ainda pode voltar atrás. O prazo interno é que o ex-governador chegue a 15% das intenções de voto até março para que a campanha se torne viável. Parte da bancada de deputados federais do partido defende que a verba que seria destinada à campanha presidencial seja usada para a campanha de candidatos a deputado, para aumentar o tamanho da bancada no Congresso.

Para se consolidar como terceira via nas eleições, Ciro compete com a candidatura do ex-juiz federal Sergio Moro, que lançou a pré-candidatura pelo Podemos. Moro tenta se vender como alternativa à polarização entre Lula e Bolsonaro e tem apostado no ataque ao petista pelos fatos revelados na Lava Jato e no presidente por seu envolvimento com o centrão.

Bolsonaro, por sua vez, deve tentar a reeleição. Para isso, o presidente aposta no pagamento do Auxílio Brasil, programa que substituiu o Bolsa Família. Além disso, o Palácio do Planalto estuda enviar uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) ao Congresso para tentar baixar o preço dos combustíveis e da conta de luz.

Confira o Anexo V desta semana, o programa em parceria do Regra dos Terços com o Plural que traz os bastidores da política:

(1) Pesquisa Ipespe: A pesquisa foi realizada de 10 a 12 de janeiro de 2022. Foram entrevistadas 1.000 pessoas. A margem de erro do levantamento é de 3,2 pontos, para mais ou para menos. O nível de confiança é 95,5%. A pesquisa está registrada no TSE sob o nº BR-09080/2022 e foi contratada pela XP Investimentos ao custo de R$ 42 mil.

Kelli Kadanus

Kelli Kadanus, jornalista, cronista, tia coruja. Escrevo para tentar me entender e entender o mundo. É assim desde que aprendi a juntar sílabas. Sonho em mudar o mundo e as palavras são minha única arma disponível.

One thought on “Ciro lança pré-candidatura nesta sexta-feira com foco no eleitor jovem de centro

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: