fbpx

Com nova decisão, Arthur do Val fica a um passo de se tornar inelegível por oito anos

Com nova decisão, Arthur do Val fica a um passo de se tornar inelegível por oito anos
Deputado Arthur do Val (foto: Alesp)

Após a decisão do Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou, por nove votos a um, a continuidade do processo de cassação do ex-deputado estadual Arthur do Val (UNIÃO). O youtuber já havia se afastado do cargo, em uma tentativa de manobra para não ficar inelegível por oito anos, mas o movimento tende a não surtir efeito no julgamento do Plenário da Casa.

Colega de partido de Arthur, o deputado Milton Leite Filho pediu vista do processo, mas, devido ao prazo regimental de prosseguimento da ação, o pedido foi negado. Após a negativa, o deputado apresentou um voto em separado, pedindo para que o colega tivesse apenas a perda temporária do cargo. “Não nos parece razoável que o senhor deputado que enviou áudios absurdos para um grupo de amigos seja punido com pena superior àquela que foi paga a um flagrante de um deputado assediando uma colega na assembleia”, disse o parlamentar, em referência ao caso da deputada do PCdoB, Isa Penna, que sofreu importunação sexual dentro da Alesp pelo deputado Fernando Cury do mesmo partido de Leite e Arthur.

Mesmo com vídeo que mostra Cury apalpando os seios da deputada, os colegas da Alesp resolveram pela suspensão do parlamentar.

Segundo o Processo Disciplinar do Código de Ética e Decoro Parlamentar, capítulo VI, artigo 15, VIapós concluída a tramitação no Conselho de Ética e na CCJ, o processo é encaminhado à Mesa da Assembleia Legislativa e, depois de lido no Expediente, será publicado no Diário da Assembléia e incluído na Ordem do Dia. A tendência é que Arthur do Val seja cassado já nos próximos dias.

Relembre o caso de Arthur do Val

O deputado membro do Movimento Brasil Livre (MBL), Arthur do Val, deve se tornar inelegível por oito anos por ter tido um áudio vazado, em que ele aparece dizendo que as ucranianas são fáceis porque são pobres. Ele também afirmou que deseja viajar para o leste europeu para transar com as mulheres da região, assim como faz, segundo Arthur, Renan Santos, coordenador nacional do MBL.

Leia também: Arthur do Val, Gabriel Monteiro, Renan Santos, práticas sexuais horrendas e o fim do MBL

Erick Mota

Jornalista com passagem em grandes veículos de comunicação, como RICTV Record, Gazeta do Povo e Congresso em Foco. Foi repórter de rede da Band e Bandnews TV e rádio BandNews FM, em Brasília. Fundador do Regra dos Terços.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: