fbpx

CPI: BARROS ACUSA A COMISSÃO DE ATRAPALHAR A COMPRA DE VACINAS

CPI: BARROS ACUSA A COMISSÃO DE ATRAPALHAR A COMPRA DE VACINAS
Líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR). Foto: Pedro França/Agência Senado

Durante depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, o deputado federal Ricardo Barros (PP-PR) acusou a Comissão de atrapalhar a compra de doses de vacinas contra a covid-19. “O mundo inteiro quer comprar vacina, e espero que essa CPI traga bons resultados ao Brasil. Porque o negativo já produziu muito: afastou empresas interessadas em vender vacina ao Brasil”, disse. 

A declaração de Barros causou tumulto e irritou os parlamentares presentes na sessão. O  senador e presidente da CPI, Omar Aziz (Dem-AM), disse que as investigações afastaram vendedores que “que vocês, do governo, queriam tirar proveito”. Aziz afirmou que irá reavaliar a condição de Barros como convidado que pode passar a ser convocado, neste caso, o deputado passará a seguir regras mais duras ao participar da CPI. A sessão foi suspensa e posteriormente encerrada. 

Líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR). Foto: Pedro França/Agência Senado

Barros entrou no rol dos ouvidos na CPI após o deputada federal Luis Miranda (Dem-DF) ter acusado, em depoimento à CPI, o envolvimento de Barros nas negociações irregulares na compra da vacina Covaix. Segundo Miranda, em reunião no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) citou o nome de Barros ao falar de irregularidades na compra do imunizante.

Wanessa Alves

Estudante de jornalismo na Universidade de Brasília (UnB) e estagiária no Regra dos Terços. 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: