CPI DA PANDEMIA: DEPUTADO LUIS MIRANDA VAI APRESENTAR DOCUMENTO PARA PEDIR PRISÃO DE DOMINGHETTI

O deputado Luís Miranda (DEM-DF) anunciou que vai pedir à CPI da Pandemia a prisão de Luiz Paulo Dominghetti, representante comercial da Davati Medical Supply. Dominghetti é ouvido nesta quinta-feira (1) pela CPI e mostrou um áudio supostamente enviado à Davati por Miranda em 24 de junho deste ano.

O deputado federal decidiu se defender imediatamente e afirmou que irá apresentar à CPI uma ata notarial com o áudio em questão na íntegra para que sejam tomadas as devidas providências em relação ao depoimento do representante comercial. O deputado afirma que o áudio exibido por ele foi editado e colocado fora de contexto para incriminar Miranda. Ele ainda afirmou que, com esse documento, é possível pedir a prisão de Dominguetti à cúpula da CPI.

Agência Senado/Reprodução

Celular de Dominguetti é apreendido por Polícia Legislativa

Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia apreendeu, nesta quinta-feira (1), o celular do policial militar Luiz Paulo Dominguetti, que presta depoimento aos senadores. Dominghetti alega ser representante comercial da  Davati Medical Supply, que tuaria na intermediação da compra de vacinas da AstraZeneca. 

Dominghetti está sendo ouvido na CPI sobre a denúncia feita por ele ao jornal Folha de S. Paulo, afirmando que recebeu proposta de propina do diretor de logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, exonerado do cargo na manhã de ontem (30). Dominghetti alega que procurou o Ministério da Saúde para ofertar a vacina AstraZeneca, mas recebeu a informação de que o negócio só ocorreria se pagasse propina de US$ 1 por dose importada do imunizante. 

Dominghetti apresentou durante o depoimento à CPI um áudio enviado à Davati pelo deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) em 24 de junho deste ano. Segundo o policial, o deputado tentou negociar as vacinas diretamente com a empresa. O áudio, porém, não cita a palavra vacina ou qualquer sinônimo. Para esclarecer o assunto, o celular de Dominghetti foi apreendido. 

O telefone celular do depoente foi apreendido pela Polícia Legislativa do Senado a pedido da CPI para apuração do conteúdo do áudio. O senador e presidente Omar Aziz (DEM-AM) anunciou uma nova convocação do deputado Miranda para a sessão da próxima terça-feira (6). 

Miranda nega que o áudio seja referente à compra de vacinas e alega que a conversa ocorreu em 2020. Segundo o deputado, a negociação sequer tinha relação com o Brasil e o áudio teria sido editado. Aziz afirmou que o deputado entregou o áudio na íntegra à Polícia Legislativa para averiguação. 

Celular de Dominguetti é apreendido por Polícia Legislativa

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: