fbpx

DOR E ALEGRIA: NÃO SE APEGUE, AS DUAS COISAS IRÃO PASSAR

DOR E ALEGRIA: NÃO SE APEGUE, AS DUAS COISAS IRÃO PASSAR
Eline Carrano - Sonhos do Avesso

Eu espero que você saiba que a dor que dói agora, significa que você está crescendo e que isso nunca será em vão. Eu espero que você tenha força de assumir primeiro para si quem é, para só então, se abrir para os outros e se importar (pouquíssimo) com o que eles pensam. Eu espero que você tenha força para suportar a sua própria companhia e seus próprios infernos. Eu espero que você não anestesie os momentos de crise, fingindo que eles não são necessários. Eu espero que você entenda que a vida é ciclo: alegria e dor, as duas coisas irão passar. Não se apegue em nenhuma delas.

Eu espero que você se entregue para a vida e saiba filtrar quem merece ficar e não tenha medo de se despedir de quem te adoece. Eu espero que você chore rios, para poder sorrir oceanos. Eu espero que você fique em silêncio absoluto por dentro, de modo tão profundo e amedrontador, que seja impossível não entender o que o coração diz. Eu espero que você abra feridas e descubra que, no fim, você abriu caminhos. Eu espero que você tenha com quem desabafar. Eu espero que você não precise se esconder o tempo todo. Eu espero que você valorize as coisas pequenas e singelas. Eu espero que você sonhe alto e ria dos planos que não deram certo. Eu espero que você tome bons porres, mas não esqueça que a vida só é verdade quando estamos sóbrios. Eu espero que você olhe para esse dia de hoje e saiba que bom ou ruim, ele irá passar também: seja grato para com as duas coisas.

Eu espero que o mundo seja justo contigo, que você colha o que plantou. Eu espero que tudo o que você deseja para os outros, volte para você. Eu espero que você conquiste tudo o que quer, mas espero principalmente que você tenha tudo o que precisa antes. Eu espero que suas palavras nunca te gerem remorso e que seus atos nunca te causem vergonha. Eu espero que você deite a cabeça no travesseiro e durma em paz. Eu espero que você olhe nos olhos de quem ama, ao menos uma vez, e faça essa pessoa ter certeza disso. Eu espero que você tenha a oportunidade de amar mais do que uma única vez na vida. Eu espero que você se olhe no espelho e se admire. Eu espero que você leia bons livros. E eu espero, sinceramente, que você seja feliz ao seu modo, sem precisar esperar nada de ninguém.

Eline Carrano

Jornalista por profissão, cronista por opção e neta coruja. Escrevo porque preciso justificar as ansiedades que o tarja-preta não dá conta.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: