fbpx

Grandes eventos adotam certificação voltada à sustentabilidade e redução nas emissões de carbono na atmosfera

Grandes eventos adotam certificação voltada à sustentabilidade e redução nas emissões de carbono na atmosfera
Foto: divulgação

A preocupação econômica com a sustentabilidade veio para ficar, como não poderia deixar de ser. Além dessa ser uma preocupação cada vez mais presente entre marcas e empresas, grandes eventos em todo o planeta também começam a se preparar para diminuir o impacto de emissões de carbono na atmosfera. No Brasil, o Rock in Rio é pioneiro no que diz respeito à certificação voltada à sustentabilidade e redução nas emissões de carbono na atmosfera. 

Desde 2013, o evento tem a certificação ISO 20121 emitida pela empresa portuguesa APCER, que passou a mensurar a quantidade de resíduos que deixaram de ser lançados na atmosfera em razão de políticas sustentáveis adotadas pelo evento. 

A ISO 20121 é uma certificação que fornece uma estrutura para identificar, reduzir e eliminar os impactos potencialmente negativos de eventos de todos os tipos, nas esferas ambiental, social e econômica, como geração de grandes volumes de resíduos, desperdício de materiais, consumo excessivo de recursos (água e energia) e problemas para as comunidades envolventes.

“Com a ISO 20121 as organizações que realizam eventos conseguem uma monitorização consistente do seu desempenho no âmbito da sustentabilidade, a redução dos custos operacionais, de gestão de resíduos e de emissões carbônicas, uma maior eficiência no uso dos recursos em toda a cadeia de fornecimento, o aumento da capacidade de identificação, correção e prevenção de situações com potencial de risco e a redução do risco de danos na reputação da organização, através de uma melhor gestão da cadeia de fornecedores”, explica Alessandra Gaspar, diretora-executiva da APCER Brasil. 

Somente na edição de 2013 do Rock In Rio, foram evitados o lançamento de nove mil toneladas de CO2 na atmosfera. Segundo Gaspar, isso foi possível otimizando gastos com eletricidade e combustíveis no local do evento, além do tratamento de resíduos e o deslocamento do público, além do transporte dos artistas, empresas parceiras, lojistas, fornecedores e transporte de cargas.

Os créditos de carbono foram destinados para substituir o uso de combustíveis fósseis por biomassa, material renovável que gera energia limpa, em um projeto ambiental certificado.

Além do Rock In Rio, no Brasil, os Jogos Olímpicos Rio 2016 também receberam a certificação ISO 20121.

O primeiro evento certificado no planeta foi os Jogos Olímpicos de Londres em 2012. Depois disso, outros grandes eventos seguiram a tendência: a COP 21 UN Climate Conference em 2015; o G7 Summit em 2021; a ABB FIA Formula E Championship e The Tokyo Organising Committee for the Olympic and Paralympic Games (Tokyo 2020).

“A preocupação ambiental é mundial e abrange todos os setores, não apenas para os grandes eventos, mas todas organizações, públicas e privadas. As empresas e organizações que não se atentarem a questão de sustentabilidade não estarão prejudicando apenas o meio ambiente e sim a elas mesmas, pois podem sofrer desvalorização de mercado”, explica a diretora-executiva da APCER Brasil. 

Além de ajudar a preservar o meio ambiente, a certificação ISO 20121 também traz benefícios econômicos para as empresas, segundo Gaspar. “O retorno do investimento na implementação e certificação da norma ISO 20121 é significativo, com a redução de consumos energéticos, reutilização de materiais, utilização de transportes amigos do ambiente, maior adesão do público a eventos sustentáveis, logo maior venda de ingressos, são alguns dos exemplos que justificam a utilização desta norma de gestão”, diz. 

Além dos requisitos legais, de caráter obrigatório, a norma identifica um conjunto de requisitos que devem ser implementados por parte da organização. 

Saiba quais são: 

  • exigência de que a organização identifique as questões internas e externas relevantes para o seu propósito que podem ter impacto nos resultados pretendidos do SGSE, que identifique as partes interessadas relevantes para o sistema de gestão e determine o scopo de aplicação;
  • necessidade do envolvimento e do compromisso da gestão de topo, garantindo que os objetivos são definidos, que os recursos necessários são disponibilizados, que os resultados são atingidos, promova a melhoria continua e que as responsabilidades sejam definidas e atribuídas;
  • necessidade da organização determinar os riscos e oportunidades (R&O) que devem ser tratados para assegurar que o SGSE possa atingir os resultados pretendidos, prevenir ou reduzir efeitos indesejados e atingir a melhoria contínua e que estão determinadas as ações para tratar riscos e oportunidades;
  • necessidade de assegurar os recursos necessários para o funcionamento de um sistema de gestão de acordo com esta norma, como as competências necessárias, canais de comunicação, controlo da informação e formação;
  • necessidade de implementar os processos necessários para cumprir com os requisitos e implementar as ações decididas no requisito de planejamento, critérios para controle das operações, se existem processos contratos externamente e como os controla, se estão identificadas situações de emergência e como atuar nestes casos e a gestão da cadeia de fornecedores;
  • avaliação de desempenho, face aos princípios de desenvolvimento sustentável, se a organização determinou o que tem de ser medido e monitorado, quais os métodos de monitorização, medição, análise e avaliação necessários para assegurar resultados válidos, a realização de auditorias internas e a revisão ao sistema de gestão para assegurar que o sistema de mantém adequado e é eficaz;
  • necessidade de a organização reagir à não conformidade, tomar ações para a controlar e corrigir, e tratar as consequências da não conformidade.

Kelli Kadanus

Kelli Kadanus, jornalista, cronista, tia coruja. Escrevo para tentar me entender e entender o mundo. É assim desde que aprendi a juntar sílabas. Sonho em mudar o mundo e as palavras são minha única arma disponível.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: