FELIZ DIA DO AMIGO PARA QUEM TORNA A VIDA MAIS LEVE NO MEIO DO APOCALIPSE

Nunca os amigos foram tão necessários na vida quanto em tempos de pandemia. Então hoje eu gostaria de desejar feliz dia do amigo e prestar minha singela homenagem a todos aqueles que têm tido paciência comigo neste momento. Eu sei que ando meio chata, antissocial e exausta de redes sociais – que são a única coisa que sobrou para manter relacionamentos em tempos em que o abraço está proibido. Então obrigada por terem paciência.

Obrigada amigos que entendem quando eu desapareço por seis meses e volto a falar com vocês como se nada tivesse acontecido. Obrigada a todos vocês que entendem que minha ausência não significa desinteresse pelas suas vidas, muito menos falta de amor.

Obrigada aos amigos que entendem que eu posso levar cinco dias para responder um whatsapp, mesmo quando fui eu quem puxou assunto. Obrigada de coração a todos os amigos que compreendem que muitas vezes eu respondo mentalmente as suas mensagens e esqueço de materializar a resposta na tela do celular. Vocês têm um cantinho especial esperando por vocês no céu.

Obrigada aos amigos que fazem fofocas maldosas comigo. Aos amigos que fazem planos mirabolantes. Aos amigos que se propõem a mudar o mundo comigo todos os dias.

Mas obrigada, especialmente, aos amigos que insistem em mim mesmo nesse período difícil. Que sabem como eu me sinto só pela forma como eu respondo – ou não – ao whatsapp. Obrigada por serem minha fonte de inspiração para seguir em frente nesses dias tão desesperançosos.

A pandemia serviu para nos mostrar que estamos muito sozinhos, mesmo quando não estamos. Ela escancarou os nossos medos, aumentou nossas neuroses, levou embora pessoas que amávamos. Todo mundo passou por um perrengue durante a pandemia – emocional, financeiro, de saúde, ou todos ao mesmo tempo.

Desculpem todos os encontros virtuais que eu furei. Eu tenho tido bode de beber com alguém por videoconferência. Obrigada por entenderem.

Prometo que vocês serão os primeiros na minha lista de aglomerações pós-apocalipse. E prometo dar atenção integral a cada um de vocês nos nossos próximos encontros presenciais.

Neste dia do amigo, eu gostaria de agradecer por ainda ter tantos, mesmo sendo tão eu de vez em quando. Eu sei que é um desafio. Obrigada por não desistirem.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: