fbpx

Mulher dá à luz a 5 filhos em 10 meses; entenda

Mulher dá à luz a 5 filhos em 10 meses; entenda
(Foto: Hospital Azambuja - Divulgação)

Ainda no período de amamentação dos gêmeos Vinicius e Vicente, Aline da Silva Costa deu à luz trigêmeos em Brusque (SC) apenas dez meses depois da última gestação. Embora Aline e seu marido, Elisandro Antunes, sejam de Criciúma, o casal precisou viajar 284 km para que o parto ocorresse no Hospital Azambuja na última terça-feira (12), por falta de vagas de UTI neonatal na cidade. Com isso, Aline realizou dois partos e deu à luz a cinco filhos em apenas 10 meses. O casal, por sua vez, passa a ter oito filhos, pois já são pais de Jenifer, de 10 anos; Tales, de oito; e de Mariah, de quatro.

Enquanto se recuperava do parto do casal de meninos, Aline não desconfiava de uma nova gravidez. Ao sentir um desconforto incomum, procurou ajuda médica e, através de exames de urina e ultrassom, descobriu que já estava com 22 semanas de gestação.

Porém, Aline enfrentou desafios relacionados à sua saúde no período da gravidez, como pressão alta e diabetes gestacional. Por isso, ficou internada por um período no Hospital Materno-Infantil Santa Catarina, em Criciúma, mas foi transferida para Brusque por falta de vagas para acolher bebês em unidades de tratamento intensivo (UTI neonatal).

O parto dos trigêmeos foi realizado pelo médico Getúlio de Almeida, que possui mais de 30 anos de experiência como obstetra no Hospital Materno-Infantil Santa Catarina. O primeiro dos trigêmeos a nascer foi Vitor Hugo, com 2,090kg e 46 centímetros, às 8h03. O segundo, Victor, nasceu com 2,100kg e 47 centímetros, às 8h05. Já Valentim chegou ao mundo com 2,270kg e 48 centímetros, às 8h09. Após o parto, os bebês foram internados na UTI neonatal e permanecem em bom estado de saúde, mas sem previsão de alta médica, segundo informações concedidas pela assessoria do hospital nesta quarta-feira (13).

Além dos trigêmeos, mais seis bebês estavam internados na UTI neonatal do Hospital Azambuja até esta terça-feira (12). Os bebês são de famílias de Criciúma (4), Rio do Sul (2) e de Brusque (3). Em Santa Catarina, a taxa de ocupação de UTIs pediátricas SUS é de 97,46%, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Os leitos neonatal também estão quase lotados no estado, com 96,86% de ocupação.

Letícia Fortes

Estudante de Jornalismo na PUCPR e estagiária do Regra. Escrevo para evidenciar e esclarecer assuntos que exigem nossa atenção, pois essa é minha forma de defender uma comunicação humanizada, acessível e engajada socialmente.

Deixe uma resposta

La Brea da vida real Macabras pedras da fome surgem na Europa 3 músicos independentes que você precisa conhecer O que você não sabe sobre povos indígenas ​9 curiosidades sobre seu gato
%d blogueiros gostam disto: