fbpx

Polícia do Rio de Janeiro mata mais um inocente preto

Polícia do Rio de Janeiro mata mais um inocente preto
(Foto: Reprodução/FAFERJ)

Um homem preto faleceu após ser baleado pela Polícia Militar (PM) no bairro Sampaio, da Zona Norte do Rio de Janeiro, na manhã de segunda-feira (06). Segundo a Federação das Associações de Favelas do Estado do Rio (Faferj), a vítima foi identificada como Reginaldo Avelar Porto, um cuidador de idosos de 38 anos.

Segundo o G1, Reginaldo estava trabalhando informalmente em um lava jato da região quando percebeu uma briga entre dois mototaxistas. A Unidade de Polícia Pacificadora São João foi chamada, e, na tentativa de apaziguar o conflito, a vítima ajudava um policial a separar os trabalhadores quando foi atingida por uma bala de fuzil no peito. 

Reginaldo foi direcionado para o Hospital Municipal Salgado Filho, mas chegou no local sem vida. 

Em nota, a Polícia Militar declarou que ‘’durante a tentativa de separar os envolvidos, a arma de um dos policiais foi disparada acidentalmente”. 

Testemunhas oculares afirmam o contrário, como declarou a Faferj: ‘’Na versão da PM, um disparo acidental, na de testemunhas e familiares, um tiro no peito. Se tivéssemos câmeras nos uniformes do policial nas favelas e Zona Norte, saberíamos a verdade’’.

A Federação também relatou que a família de Reginaldo está sendo atendida pela OAB do Rio de Janeiro e pela Defensoria Pública. A 1ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM) será responsável pelo caso, que foi registrado como homicídio culposo.

O policial responsável pelo tiro que matou Reginaldo foi preso e continuará detido até Audiência de Custódia do caso. 

Ainda na tarde de segunda, moradores da comunidade Queto realizaram um protesto contra a violência policial em nome de Reginaldo. No início da tarde, a população ocupou duas vias da Marechal Rondon.

Durante a noite, os manifestantes construíram barricadas de fogo entre as rodovias, mas o protesto foi contido quando a Polícia Militar atingiu os manifestantes com bombas de efeito moral.

Laís David

Deixe uma resposta

7 desafios que um governo de esquerda enfrentará na Colômbia 10 fatos sobre a varíola dos macacos Corpus Christi: uma das festas mais tradicionais do catolicismo Imunização sem polarização Despreparo das polícias no Brasil: qual é o limite da violência na abordagem policial?
%d blogueiros gostam disto: