fbpx

Lula reafirma compromisso de criar Ministério dos Povos Indígenas

Lula reafirma compromisso de criar Ministério dos Povos Indígenas
Encontro de Lula com líderes partidários da REDE (Foto: Ricardo Stuckert)

O ex-presidente Lula (PT) reafirmou, em encontro com líderes da REDE SUSTENTABILIDADE, na última quinta-feira (29), que, se eleito, criará o Ministério dos Povos Indígenas. A promessa já havia sido feita há duas semanas.

A nova fala aconteceu no evento que selou o apoio de líderes da REDE à campanha de Lula. Na mesa estava Joenia Whapichana (REDE-RR), primeira mulher indígena eleita deputada federal no Brasil. Joenia falou sobre a necessidade de os povos originários fazerem parte das negociações do processo de retomada do crescimento brasileiro.

“Queremos sentar à mesa para negociar, mas olhando de igual para igual, com nossos traços culturais, nossas terras demarcadas. Os indígenas dão sua vida para manter a floresta em pé. Garimpo em terra indígena, mineração em terra indígena é crime. Viemos para ficar, para reforçar a nossa luta”, ressaltou a parlamentar.

Representantes da REDE entregaram a Lula um documento com as principais sugestões para serem incorporadas a um futuro plano de governo. A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, comemorou a união com a REDE para um projeto democrático para o Brasil.

“O Partido dos Trabalhadores e das Trabalhadoras fica muito orgulhoso de participar deste evento com figuras tão representativas da Rede. É um partido que temos o maior respeito e maior carinho, que coloca o meio ambiente e a sustentabilidade como centro de sua ação. Esse é um compromisso muito importante para a nossa caminhada”, declarou.

O senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) discursou contra o fascismo e em apoio à democracia. O senador pontuou que vários posicionamentos racistas e preconceituosos, antes represados, emergiram a partir da eleição de Bolsonaro. O senador chamou o período eleitoral de “encruzilhada histórica” entre defensores da democracia e cúmplices de ações fascistas. “Em outubro não está em jogo uma eleição, está em jogo o destino de uma geração”.

Lula discursou por pouco mais de meia hora e reafirmou o compromisso com as propostas da REDE. “Vocês vão ter que ajudar a fazer o programa e ajudar a executar as políticas. Não é possível governar esse país de dentro de um gabinete. Nós temos que aprender a trazer o povo para participar”.

Erick Mota

Jornalista com passagem em grandes veículos de comunicação, como RICTV Record, Gazeta do Povo e Congresso em Foco. Foi repórter de rede da Band e Bandnews TV e rádio BandNews FM, em Brasília. Fundador do Regra dos Terços.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: