fbpx

MINISTRO DA EDUCAÇÃO DIZ QUE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA “ATRAPALHAM” OUTROS ALUNOS

MINISTRO DA EDUCAÇÃO DIZ QUE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA “ATRAPALHAM” OUTROS ALUNOS

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse nesta semana que a inclusão de alunos com necessidades especiais “atrapalha” o aprendizado de outras crianças. O ministro criticou o que chamou de “inclusivismo”, quando uma criança com deficiência é incluída em uma turma de educação regular.

“No passado, primeiro, não se falava em atenção ao deficiente. Simples assim. Eles fiquem aí e nós vamos viver a nossa vida aqui. Aí depois esse foi um programa que caiu para um outro extremo, o inclusivismo. O que que é o inclusivismo? A criança com deficiência era colocada dentro de uma sala de alunos sem deficiência. Ela não aprendia. Ela atrapalhava, entre aspas, essa palavra falo com muito cuidado, ela atrapalhava o aprendizado dos outros porque a professora não tinha equipe, não tinha conhecimento para dar a ela atenção especial. E assim foi. Eu ouvi a pretensão dessa secretaria e faço alguma coisa diferente para a escola pública. Eu monto sala com recursos e deixo a opção de matrícula da criança com deficiência à família e aos pais. Tiro do governo e deixo com os pais”, declarou.

O ministro concedeu entrevista ao programa Novo Sem Censura, da TV Brasil. Ele criticou a antiga norma da Política Nacional de Educação Especial (PNEE) e defendeu a criação de turmas especializadas para atender a estudantes com necessidades especiais.

O senador Romário (PL-RJ) usou as redes sociais para criticar o ministro da Educação. Ele afirmou que Ribeiro é um “completo idiota”. “Além de uma demonstração evidente de total incapacidade para ocupar o cargo que tem, a fala do Ministro revela um odioso e ultrapassado preconceito em relação às crianças com deficiência”, disse o senador.

“A diversidade em sala de aula não atrapalha, porque ninguém que busque o conhecimento atrapalha. Pessoas com deficiência em sala de aula estão, com a sua presença, também contribuindo para uma importante lição, a de que somos diversos e que não podemos deixar ninguém pra trás”, disse, ainda.

Ribeiro retrucou as críticas, também através das redes sociais. “Muito deselegante quando um representante do parlamento se dirige desta maneira a um Ministro de Estado, ainda mais com base em uma frase tirada do contexto”, afirmou o ministro.

A resposta do ministro, porém, tinha um erro de português em sua primeira versão, o que foi ironizado por Romário.

Kelli Kadanus

Kelli Kadanus, jornalista, cronista, tia coruja. Escrevo para tentar me entender e entender o mundo. É assim desde que aprendi a juntar sílabas. Sonho em mudar o mundo e as palavras são minha única arma disponível.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: