fbpx

Fim de ano e a tradicional mudança de vida

Fim de ano e a tradicional mudança de vida
Mudança de vida

Os últimos dois anos foram extremamente pesados para a maioria dos brasileiros. Pandemia, inflação, crise política, briga familiar por discordância política, privação de lazer, desemprego e os amargores pessoais que cada um leva no dia a dia. Para mim não foi diferente, perdi parentes, deixei de ver familiares devido a pandemia, fiquei trancado em casa na maioria do tempo – com poucas exceções.

Quanto ao campo profissional, não posso reclamar. Foi neste período que este site, que criei em 2014, rendeu os primeiros frutos financeiros. Pude contratar uma pequena equipe, fazer projetos que almejava. Fui contratado para o emprego que sempre quis. Por um ano, atuei como repórter de rede da Band em Brasília.

Foi então, no auge da minha carreira profissional, que resolvi puxar o freio de mão e recomeçar mais uma vez. Muitas pessoas pensaram que eu estava enlouquecendo. Até entendo o receio dessas pessoas, mas agora, quase um mês após minha saída da emissora, posso afirmar que tomei a melhor decisão que poderia.

A questão aqui não é a Band e sim o estilo de vida que quero levar. Eu adorava ser repórter, viajar para lugares que jamais iria se não fosse a trabalho, ser reconhecido pelo que fazia, ter acesso a pessoas importantes. Mas isso não é tudo na vida.

Eu estava trabalhando das 9h, quando começava a tocar as coisas do Regra, e parando às 23h, quando saía da emissora. A carga de stress era altíssima e a autocobrança também.

Saí da Band para focar no Regra dos Terços e o mais importante, para focar em mim. Pretendo voltar um dia, isso é certo, mas neste momento eu estava precisando ter esse tempo só meu.

Para o Regra estou com planos grandiosos e desde que eu esteja centrado em mim, o Brasil vai ficar pequeno.

Erick Mota

Jornalista com passagem em grandes veículos de comunicação, como RICTV Record, Gazeta do Povo e Congresso em Foco. Atualmente é repórter de rede da Band e Bandnews TV em Brasília. Fundador do Regra dos Terços

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: