fbpx

“NÃO TEM UMA TERCEIRA VIA”, AFIRMA BOLSONARO SOBRE ELEIÇÕES 2022

“NÃO TEM UMA TERCEIRA VIA”, AFIRMA BOLSONARO SOBRE ELEIÇÕES 2022

O presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta terça-feira (20) que as eleições de 2022 não deve possuir uma terceira via. Segundo Bolsonaro, o Brasil se encontra num momento polarizado entre ele e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O chefe do Executivo ainda citou a bíblia para argumentar sobre sua visão do cenário político do próximo ano.

“Tem uma passagem bíblica que diz, seja quente ou seja frio, não seja morno. Então terceira via, povo não engole isso aí” disse, em entrevista à rádio Itatiaia. “Não vai dar certo. Não vai agregar, não vai atrair a simpatia da população. Não existe terceira via, está polarizado”, completou.

No mesmo dia, Lula se manifestou sobre a insistência de Bolsonaro em insinuar que sem os votos impressos haverá fraude nas próximas eleições. Em entrevista à Rádio Jovem Pan de Sergipe, o ex-presidente afirmou que o voto impresso é a justificativa de uma pessoa que não tem o que dizer para a população.

“O Bolsonaro ao invés de ficar falando bobagem de voto impresso, deveria falar como vai gerar emprego, como vai fazer pra colocar comida na mesa do povo”, afirmou. Lula ainda elogiou o trabalho da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid e disse que espera que ela termine em um veredito de impeachment ou interdição.

Lula poderia ganhar em primeiro turno, segundo Ipec

Uma pesquisa feita pelo Ipec e divulgada no dia 25 de junho mostrou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria 49% das intenções de voto para as eleições de 2022. Descontando os votos brancos e nulos, se a eleição fosse hoje, o petista venceria a disputa no primeiro turno. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem 23% das intenções de voto, segundo o levantamento.

O levantamento mostrou ainda que a eleição tende a ser polarizada entre Lula e Bolsonaro. Outros candidatos aparecem com menos de 10% das intenções de voto, segundo a pesquisa.

Ciro Gomes (PDT) tem 7%, João Doria (PSDB) tem 5%, Luiz Henrique Mandetta (DEM) tem 3%. Brancos e nulos representam 10% e outros 3% disseram não saber em quem votariam ou não quiseram responder.

Eline Carrano

Jornalista por profissão, cronista por opção e neta coruja. Escrevo porque preciso justificar as ansiedades que o tarja-preta não dá conta.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: