fbpx

Lua tem locais com temperaturas “confortáveis” para seres humanos, diz Nasa

Lua tem locais com temperaturas “confortáveis” para seres humanos, diz Nasa
(Foto: Nasa/Divulgação)

Nesta terça-feira (26), a agência espacial norte-americana (Nasa) anunciou a descoberta de locais sombreados na Lua, dentro de poços, cujas temperaturas pairam 17ºC. Aferida pelos equipamentos da sonda Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO, ou Orbitador de Reconhecimento Lunar, em português), esta temperatura é considerada confortável para o corpo humano. Por isso, essa descoberta pode beneficiar futuras missões especiais, por divergir das altas amplitudes térmicas comuns em outras regiões do satélite natural, que podem chegar a graus extremos. 

No Twitter, a própria conta oficial da Nasa levantou uma hipótese provocativa: “poderiam essas regiões encontradas na Lua se tornar futuros habitats para astronautas?”. Confira o registro abaixo:

A descoberta foi realizada por um grupo de cientistas financiados pela Nasa, os quais lançaram a sonda espacial LRO para explorar a lua desde 2009. Os poços com com temperaturas próximas de 17ºC são “uma característica fascinante na superfície da Lua”, segundo um dos cientistas do projeto, Noah Petro, afirmou no comunicado divulgado pela Nasa. O fascínio ocorre devido à diferença de temperaturas nesses poços em relação ao restante da superfície lunar, que costuma aquecer até 127ºC durante o dia e esfriar a -173ºC durante a noite.

Além de serem locais agradáveis para o corpo humano, os poços lunares também podem atuar como proteção contra raios cósmicos, radiação solar e micrometeoritos para os astronautas durante missões de exploração. De acordo com comunicado oficial, “dois dos poços mais proeminentes têm saliências visíveis que claramente levam a cavernas ou vazios, e há fortes evidências de que a saliência de outro também pode levar a uma grande caverna”.

A descoberta dos poços lunares ocorreu semanas antes da Nasa anunciar a primeira missão não tripulada do programa americano de retorno à lua, a Artemis I. A partir de 29 de agosto a nave fará o primeiro de uma série de voos, que irão durar entre quatro e seis semanas. Caso a missão da nave Artemis I traga resultados positivos, o objetivo dos Estados Unidos é retornar à lua com uma tripulação humana até 2025, a fim de estabelecer vida na superfície lunar e utilizar as experiências obtidas para planejar uma viagem a Marte, por volta da década de 2030.

Letícia Fortes

Estudante de Jornalismo na PUCPR e estagiária do Regra. Escrevo para evidenciar e esclarecer assuntos que exigem nossa atenção, pois essa é minha forma de defender uma comunicação humanizada, acessível e engajada socialmente.

Deixe uma resposta

​7 curiosidades sobre Jô Soares 7 lugares não clichês para conhecer no Brasil ​Anitta e o perfume para pepeka: 5 motivos para evitar fragrâncias íntimas 3 mulheres negras que você precisa conhecer 7 curiosidades sobre Marília Mendonça
%d blogueiros gostam disto: